Header Ads

  • Últimas

    Prefeitura de Santa Luzia Anuncia metade da Arrecadação da Defesa Civil para realização de Carnaval na cidade


    O Projeto de Lei (PL) 127/2018 Lei orçamentária Anual (LOA) estima as receitas e fixa as despesas do orçamento fiscal da cidade de Santa Luzia no Exercício 2019-2021.

    A receita estimada é de R$ 420,97 milhões e a despesa fixada é de R$ 345,53 milhões, com a previsão de superávit orçamentário no valor de R$ 49,54 milhões.

    O projeto foi enviado à Câmara Municipal em caráter de urgência para votação no último dia 04, em audiência presidida pela Vereadora Suzane Duarte, que contou com a presença de vereadores integrantes da Comissão além do presidente da casa, o Vereador Ivo Melo.

    O Vice Prefeito, Pastor Sérgio que assume de forma  interina a Pasta de Finanças e desenvolvimento urbano (Ex Secretário Aldair José foi afastado por imposição do Ministério Público após ser apontado em investigação que apura prestação de serviço irregular durante a gestão Dr Gilberto Dornelas. No inquérito o ex Secretário do Governo Christiano é acusado de receber por serviços do qual não declarou. Ele era o homem que cuidava do dinheiro da Prefeitura na atual gestão. Após seu afastamento o vice prefeito foi obrigado a assumir a pasta) também compareceu à 1ª audiência.

    Um dos Pontos mais polêmicos da Loa neste triênio, é a previsão de orçamento para a Realização de Carnaval, além de um bom Montante garantido para a Pasta da Cultura, uma das poucas que não sofreu decréscimo de orçamento nos próximos anos.

    DEFESA CIVIL

    O Orçamento enviado à Câmara pela Prefeitura para manutenção da Defesa Civil em Santa Luzia para os próximos três anos é de R$ 435.000,00 reais anuais para 2019, R$ 455.000,00 para 2020 e R$ 465.000,00 em 2021.

    Curiosamente, a Previsão de Orçamento para Manutenção da Secretaria Municipal de Cultura para 2019 é quase 50% maior, chegando a cifra de R$ 628.000,00 para 2019. A secretaria terá mais dinheiro do que a Defesa Civil, mesmo esta última, operando de forma improvisada e com deficit de pessoal nos últimos anos.

    "Aos atingidos nossa SOLIDARIEDADE (e só), ao Povo Pão e Circo!"

    PÃO E CIRCO

    Como se não bastasse destinar mais dinheiro à cultura que a Obras e a Defesa Civil, afinal o Prefeito está prestes a Declarar "Estado de Emergência", o LOA indica que o Executivo disponibilizará, do orçamento em 2019, R$ 265.000,00, para a Realização de Carnaval na cidade, ou "Promoções Carnavalescas". Este Montante também está previsto para 2020 e 2021 (Vide imagem acima)


    Em 2017, mais precisamente no dia 17 de Fevereiro de 2017, O Prefeito, em sua Coluna Mensal  "Palavras do Delegado" emitiu opinião contra a realização da Festa. No texto afirmou que a prioridade de um gestor teria de ser um trabalho desenvolvido junto com a população. "E por fim, vou falar o que penso do Carnaval. Acho muito bacana, mas com o serviço público prestado hoje em Santa Luzia o Carnaval não é prioridade. Minha prioridade não seria 4 dias de festas e todo resto do ano de descaso, e sim um trabalho desenvolvido a quatro mãos junto com a população". Concluiu: "Carnaval? Iria fazer com certeza, após os Luzienses terem de volta serviços públicos de qualidade. Após ver a alegria e o brilho no olho de cada Luziense".

    Mesmo sendo contra a a Festa diante de crises, o Prefeito indicou R$ 265.000,00 à mais no Orçamento da Secretaria Municipal de Cultura (que já conta com aporte de R$ 628.000,00) para sua realização.

    MAIS PÃO E CIRCO

    Nos bastidores acredita-se que o Prefeito deverá usar o anúncio da "Verba-Extra" para fazer publicidade com o tema.  Obviamente após este artigo 'vazar', a população de Santa Luzia deverá questionar a necessidade de carnaval durante a pior crise vivida pela cidade nos últimos 50 anos. Adepto à "publicidade pessoal", o Prefeito deverá anunciar que não realizará a festa e os valores devem ser aplicados em outras áreas.

    Em vez de creditar os valores para aporte de verbas na Defesa Civil, que já não dá conta de atender a demanda, O executivo, mantém a verba da pasta e usa do artifício para publicizar a própria gestão.

    Em breve veremos na Página da Prefeitura: " Prefeito abre mão do Carnaval para aplicar valores em outras pastas", quando na verdade poderia ter feito isto sem publicidade. Assim como ele pregou em vários de seus textos nas redes sociais.


    Outro Ponto interessante da LOA proposta pelo Executivo é o aporte destinado a manutenção de Comunicação Social e CERIMONIAL: R$ 350.500,00. Há de se frisar, que o próprio Governo criticou a ação da Câmara Municipal de Realizar Cerimonial de Homenagem no ano passado. Segundo eles, "dinheiro público usado em benefício próprio".


    Para a Secretaria de Obras, Pasta Vital em 2019 (visto que a cidade ficará destruída após o período de chuvas) há uma previsão de apenas R$ 60.000,00 em recursos. Com previsão tão tímida a cidade ficará refém de recursos externos para a realização de obras que se fazem necessárias.


    Em um Governo onde a imagem do Gestor Público é mais importante do que o bem estar do cidadão e que as ações sejam pautadas por promessas que nunca são cumpridas, a previsão é de um desastre com consequências irreversíveis.

    Calixto precisou de 3 anos para consertar o desastre deixado por Gilberto em seu último ano de Governo. Christiano terá dois anos e meio. Em Seu primeiro ano, a cidade regrediu os três anos de Roseli/Fernando/Sandro.

    Que Deus nos Proteja!!!





    Nenhum comentário

    Sejam Bem vindos ao Vitrine! Todos os comentários são de inteira responsabilidade de seu autor. Não aceitaremos mais comentários anônimos. Caso queira dar sua opinião tenha uma conta no Google.

    Post Bottom Ad

    Rádio Vitrine Santa Luzia