Header Ads

  • Últimas

    Prefeito é desmentido pela Polícia Civil e passa vergonha em Rede Social


    Como se ainda fosse o delegado regional de contagem, o homem que tudo sabe e que tudo vê, o Prefeito usou suas redes sociais para dar 'pitaco' no trabalho da polícia civil na cidade e foi desmentido por comunicado enviado à Imprensa da cidade.

    Não é a Primeira vez que o Prefeito de Santa Luzia, Christiano Xavier, é questionado por suas declarações. Há 6 anos, o então Delegado Titular da Delegacia de Homicídios de Santa Luzia, fez uso da imprensa para depreciar o trabalho do Poder judiciário, atribuindo-lhe a responsabilidade pela suposta sensação de insegurança e impunidade em Santa Luzia. Na época, o dono da verdade, afirmou que 72 homicidas teriam sido soltos e 400 suspeitos estariam em liberdade. O presidente da Amagis (à época) Herbert Carneiro, questionou a afirmação dizendo que "Para se fazer justiça, não basta apenas a conclusão do inquérito policial. Segurança e justiça se fazem em perfeita sintonia e com respeito mútuo entre as ações de todos os operadores de direito que têm responsabilidade na administração da justiça, todos pautados exclusivamente na lei".

    Seis anos depois, o delegado, agora licenciado com os mesmos proventos (Afinal o salário de Delegado é maior que o de prefeito) porém prefeito de Santa Luzia, voltou a questionar o trabalho da Justiça, desta vez de um ex colega de profissão, de uma delegacia ao qual serviu (segundo ele mesmo) por mais de 10 anos. Em texto publicado em sua Página Pessoal/Institucional/ Prefeito/Prefeitura, ele questiona o Trabalho do Delegado de Plantão que atendeu a ocorrência no último dia 16 de Janeiro.

    Christiano inicia seu texto agradecendo o trabalho dos policiais que atenderam a ocorrência após denúncia de moradores do Conjunto Cristina, que flagraram um casal tentando vender equipamentos que poderiam ter sido furtados do Posto de saúde do Conjunto Cristina.

    Apesar da declaração de furto de "Todos os computadores, Materiais odontológicos", Reportagem divulgada pela TV Record Minas no dia de ontem, mostra outra realidade. Assistam:


    Em comunicado oficial enviado à Imprensa, a Polícia civil afirmou:

    "Em resposta ao post feito pelo digno prefeito de Santa Luzia, Delegado Christiano Xavier, em seu facebook, em relação a um suposto furto em um Posto de Saúde da cidade, ocorrido no dia 01/01/2019, a Polícia Civil esclarece que os suspeitos foram encaminhados à Delegacia de Plantão de Santa Luzia, no dia 16/01/2019 (15 dias após o fato), impossibilitando a lavratura do auto de prisão em flagrante".

    De volta ao Texto, o Prefeito afirma que o delegado de plantão teria ficado do "lado dos ladrões, ao invés de ficar do lado dos policiais e da lei"


    Em resposta à declaração a Polícia Civil afirmou:

    "Em momento algum os conduzidos confessaram a autoria do furto (a afirmação pode ser confirmada no vídeo da Rede Recorde não foram apresentadas testemunhas presenciais e/ou referenciais, consequentemente, naquele momento, a certeza visual do crime não foi gizada de forma objetiva".

    Christiano ainda afirmou que os Ladrões saíram rindo pela porta da frente, antes de funcionários da prefeitura chegarem para reconhecer o material furtado (em plena madrugada de Quinta-feira)


    Já a Polícia Civil desmentiu sua versão:

    "Nenhum representante da Prefeitura ou do Posto de Saúde compareceu àquela unidade policial para que pudesse reconhecer os materiais arrecadados, prejudicando a imediata identificação do legitimo proprietário e a real procedência deles". Sem contar que já mostramos aqui no Vitrine que o Executivo não conta com Plantão noturno nem nos Hospitais, imagine entre os secretários e responsáveis pelo Posto mencionado.


    Em texto recheado de erros de português o Prefeito colocou em xeque o trabalho do Delegado de Plantão dizendo que "esse delegado é uma decepção para a sociedade que paga seu alto salário"

    Já a Policia Civil discorda de sua afirmação:

    "O Delegado de Plantão foi imparcial em sua decisão, cumprindo o seu dever e obedecendo a Lei, conforme os preceitos lídimos vigentes. As investigações prosseguem na Delegacia responsável pelo caso e, com toda certeza, os responsáveis pela subtração serão apontados e responsabilizados legalmente".


    Encerrando seu texto Christiano ainda provocou dizendo que teria feito contato com o Delegado Regional da cidade "que se dispôs a ajudar", porém "o Delegado de Plantão foi muito rápido para liberar a bandidagem a voltar pra rua".

    O texto causou desconforto dentro da corporação, afinal como ex membro da Polícia Civil da Cidade, Christiano deveria pelo menos, saber como funciona os procedimentos ao invés de usar sua página para descreditar o trabalho dos agentes em um assunto que num primeiro plano é de co-responsabilidade da Prefeitura, afinal o posto assaltado não contava com Vigia Noturno, funcionário que havia no Governo Calixto/Roseli. 


    Confira abaixo a nota oficial da Polícia Civil e em seguida a declaração do Prefeito de Santa Luzia:

    Em resposta ao post feito pelo digno prefeito de Santa Luzia, Delegado Christiano Xavier, em seu facebook, em relação a um suposto furto em um Posto de Saúde da cidade, ocorrido no dia 01/01/2019, a Polícia Civil esclarece que os suspeitos foram encaminhados à Delegacia de Plantão de Santa Luzia, no dia 16/01/2019 (15 dias após o fato), impossibilitando a lavratura do auto de prisão em flagrante.
    Nenhum representante da Prefeitura ou do Posto de Saúde compareceu àquela unidade policial para que pudesse reconhecer os materiais arrecadados, prejudicando a imediata identificação do legitimo proprietário e a real procedência deles.
    Em momento algum os conduzidos confessaram a autoria do furto e não foram apresentadas testemunhas presenciais e/ou referenciais, consequentemente, naquele momento, a certeza visual do crime não foi gizada de forma objetiva.
    O Delegado de Plantão foi imparcial em sua decisão, cumprindo o seu dever e obedecendo a Lei, conforme os preceitos lídimos vigentes. As investigações prosseguem na Delegacia responsável pelo caso e, com toda certeza, os responsáveis pela subtração serão apontados e responsabilizados legalmente.
    A Polícia Civil de Minas Gerais reitera o seu compromisso de trabalhar diuturnamente em prol da segurança pública por uma sociedade mais justa e protegida.




    Nenhum comentário

    Sejam Bem vindos ao Vitrine! Todos os comentários são de inteira responsabilidade de seu autor. Não aceitaremos mais comentários anônimos. Caso queira dar sua opinião tenha uma conta no Google.

    Rádio Vitrine Santa Luzia

    Rádio Vitrine Santa Luzia

    Post Bottom Ad

    Política no Vitrine