Header Ads

  • Últimas

    Casal Grava vídeo tampando buracos no Cristina para ajudar a Prefeitura que está quebrada


    Um casal de Luzienses, resolveu fazer uma "Boa ação" tampando verdadeiras crateras que se formaram na ponte do Cristina em Santa Luzia. No Vídeo Robson, declara que "é para ajudar a Prefeitura".

    Para quem vive ou já viveu em uma rua sem asfalto sabe muito bem o valor de ter esse direito garantido e os transtornos enfrentados com a poeira, lama, buracos e pedras soltas. Ter uma rua pavimentada com asfalto de qualidade é um direito de todos e dever das prefeituras municipais, contudo vias sem infraestrutura e com muitos buracos tem sido uma realidade recorrente após a posse do Prefeito Christiano Xavier.

    Segundo a Constituição Federal Brasileira de 1988 é dever de toda a prefeitura municipal prover uma pavimentação de qualidade para as vias urbanas, realizar a manutenção, fazer a drenagem para a água da chuva e a sinalização das ruas, investimentos estes que refletem diretamente na economia, saúde e bem estar da comunidade. No caso de Santa Luzia, nem manutenção, nem a drenagem vem sendo feita pela Gestão Pública.

    No quesito pavimentação, os representantes dos cargos do legislativo e executivo tem função essencial. O vereador é o responsável por levar as queixas da população à câmara e apresentar propostas para o prefeito.

    A pavimentação deve ser feita por uma equipe da prefeitura ou por uma empresa contratada através de licitação. A população deve verificar a qualidade do material que está sendo usado e se os prazos estão sendo respeitados. Caso esteja fora do Padrão, o cidadão pode reclamar dos serviços nas ouvidorias da prefeitura ou até na Procuradoria do Município. Porém não é sua função realizar este tipo de serviço.

    O tema é promessa de campanha apresentada por Christiano durante as eleições suplementares de 2018.

    Mãos à Obra

    Um Vídeo ganhou as redes sociais de Santa Luzia nas últimas Horas. Um casal da cidade resolveu fazer o serviço que cabe ao Executivo, de recapeamento de vias, por conta própria. Nas Imagens, um homem é filmado, provavelmente pela esposa, jogando pedras e 'massa asfáltica' dentro de um Buraco formado em uma das Pontes sobre o Canal do Conjunto Cristina. O local havia passado por obra semelhante há cerca de 3 meses, onde a Secretaria de Obras jogou Cimento em vez de asfalto no trecho. A Operação não deu certo e os buracos voltaram como crateras. Confira no Vídeo divulgado pelo Vitrine após a conclusão da intervenção:


    Cansado de esperar por uma solução do Executivo e com "massa" sobrando, Robson resolveu descartar o material durante a madrugada, segundo texto divulgado (abaixo), às 02:00 da Manhã. O luziense ainda fez menção ao Presidente Jair Bolsonaro e revelou estar praticando uma "boa ação". Acompanhe o texto abaixo:

    As 2:00 hr da madrugada, depois de um longo trabalho cansativo, qualquer "Hum" correria pra casa pra tomar aquele banho e descansar, pra pegar no batente novamente.
    Só que restou um pouquinho de Massa Afastica (CBUQ), Então @robsonfernandopereirabrito pensou: vou parar aqui na ponte do canal! e eis que me tampa o pequeno buraco. Minha
    Reflexão do dia: Pratique boas ações com o seu próximo, fazendo isso estaremos ajudando sempre um ao outro, vivendo em unidade e espelhando a felicidade em nosso meio. #Brasil#selva
    Brasil a cima de tudo, Deus acima de todos.


    O vídeo foi visto mais de 1.700 vezes e chamou a atenção de usuários das redes sociais que elogiaram a atitude do Morador do bairro. A ponte apontada no Vídeo está em uma das Principais vias do Conjunto cristina e fica próxima à um posto de Saúde.

    Poder Público

    Mesmo que nobre, a Atitude de Robson pode trazer consequências. Em Divinópolis, cidade localizada há 120 km da capital, um Morador resolveu fazer o mesmo, recapear a via por conta própria e acabou multado pela Prefeitura. Confira o vídeo da Matéria exibida pela TV Alterosa:



    Para que o problema possa ser resolvido a via tradicional é procurar a associação do Bairro, no Caso a AMOCRIS (Associação dos Moradores do Bairro Cristina), um Vereador que represente o Bairro (João Binga, Suzane, etc) ou protocolar um pedido junto à Ouvidoria. Há outras soluções como organizar um abaixo-assinado ou entrar na justiça com uma ação coletiva. 

    Realizar uma obra como esta em uma Ponte é proibido e pode gerar multa ao Morador (mesmo que o bem seja coletivo). Caso Robson tivesse feito o pedido direto à Secretaria de Obras e fosse acompanhado por um profissional da área, sua execução teria o aval do poder executivo. Para se realizar uma intervenção como esta era necessário primeiramente fazer um pedido formal à Secretaria, para que a obra tivesse acompanhamento e o autor não fosse responsável por problemas futuros (Acidentes, transtornos por má execução da obra). 

    O código de Posturas do Município não é específico sobre o tema, mas versa que intervenções são de obrigação da gestão Pública. Neste caso o Morador pode ser notificado pela Obra "irregular". 

    Segundo a Prefeitura, para solicitar reparos e manutenções, o usuário pode protocolar o seu pedido na ouvidoria que funciona no prédio da Prefeitura de Santa Luzia (de segunda à Sexta no Horário Comercial), que fica na Avenida VIII, Bairro Carreira Comprida (na Sede) ou ligar diretamente na Ouvidoria no (31) 3641-5858.


    Nenhum comentário

    Sejam Bem vindos ao Vitrine! Todos os comentários são de inteira responsabilidade de seu autor. Não aceitaremos mais comentários anônimos. Caso queira dar sua opinião tenha uma conta no Google.

    Rádio Vitrine Santa Luzia

    Rádio Vitrine Santa Luzia

    Post Bottom Ad

    Política no Vitrine