Header Ads

  • Últimas

    Prefeitura efetiva diretores de canais de comunicação da cidade


    Perceber e questionar a diferença entre o que se ouve e o que se vê é sinal de bom senso. No período político, muitas vezes, os candidatos usam de palavras ou textos firmes de moralidade, sem que a intenção por trás seja inteiramente verdadeira. Principalmente, candidatos que querem ganhar a atenção do eleitor. 

    Muitas vezes são assuntos que impactam diretamente na vida das pessoas, onde se promete soluções mágicas para problemas cíclicos que demoram anos ou décadas para serem resolvidos. Christiano usou as redes sociais e percebeu antes de seus adversários, o poder de uma transmissão ao vivo e de suas palavras. Mostrou-se interessante ao eleitorado feminino e construiu uma figura imponente e de combate à corrupção. Por muitas vezes combateu em seus textos o nepotismo cruzado e a contratação de amigos por afinidade na gestão pública. Assim que assumiu, fez exatamente o contrário e contratou muitos de seus apoiadores durante a campanha, alguns, inclusive sem experiência, assumindo pastas vitais na administração pública.

    Durante a Campanha de 2016 e após a renúncia de Roseli Pimentel em 2018, Christiano prometeu, através de discursos, publicações públicas nas redes sociais e entrevistas à Canais da cidade, não demitir os 'bons funcionários'. Assim que assumiu o executivo, demitiu quase todos os comissionados, para em seu lugar contratar pessoas ligadas diretamente à campanha ou indicados de suas bases. Para piorar a situação, esta semana, iniciou uma caça às Bruxas expondo desnecessariamente os servidores da Prefeitura a um processo de recadastramento, demonstrando falta de controle no efetivo municipal.


    A Tv canal Livre foi convocada pelo executivo para divulgar a ação de 'recadastramento' dos servidores e um dado bizarro veio à tona. Rangeli Assis (ex cabo eleitoral do Prefeito) responsável pelo Setor de RH da Prefeitura, revelou em entrevista ao canal que haviam 2.882 funcionários na gestão atual, sendo que o Prefeito revelou em diversas entrevistas a canais de comunicação da cidade e da capital, que o executivo tinha a máquina 'inchada' com mais de 6 mil funcionários.

    A informação de que haviam 6 mil funcionários foi contestada pelo Blog e por outros canais da cidade e mesmo assim o chefe do executivo manteve sua postura afirmativa. Neste sábado a informação foi desmentida pela responsável do setor, contra-argumentando o chefe do executivo.

    Contratação de Diretores de Canais de Santa Luzia

    A prefeitura de Santa Luzia, contratou quatro diretores de canais de comunicação e ou jornais da cidade.
    CLIQUE NA IMAGEM PARA AMPLIAR

    Os diretores da Ketal Tv, Wilson Jr e Tv Canal Livre, Max Félix (imagem) são funcionários comissionados contratados pela Prefeitura de Santa Luzia e pelo menos Felix, tem usado seus canais para 'publicizar' ações do executivo. Wilson, filho do ex prefeito Wilson Vieira, está lotado na Assessoria de comunicação (setor Subordinado à Secretaria de Governo) e atua como Diretor II-A, recebendo um salário de 3.674,99. Já Max Félix, da Tv canal Livre, é contratado pela Secretaria de Fundo Assistência Social, atuando como Diretor II-A, recebendo os mesmos proventos.

    'Prefeitura efetivou diretores de canais de comunicação como extensão de sua administração, para autopromoção e apaniguar aliados políticos'   
    Gabriela Lima

    CLIQUE NA IMAGEM PARA AMPLIAR

    Já o Diretor do Jornal Lider Notícias (imagem), atua como Diretor Especial I-A no Gabinete da secretaria municipal de Governo, recebendo proventos na ordem de R$5.871,29.

    CLIQUE NA IMAGEM PARA AMPLIAR

    Outro Diretor ou ex Diretor de um Jornal impresso da cidade e que foi contratado pela Prefeitura é Alexandre Nery, Sócio do ex candidato a Prefeito Abraão graaco e mentores do Tabloide Gazeta Luziense. Alexandre é Assessor técnico SUPERIOR de comunicação e atua na Assessoria de comunicação da Prefeitura de santa luzia recebendo R$ 5.926,68.


    Acima programa 'teste' que foi exibido online e ao vivo pela Página da Tv Canal Livre no Facebook com a apresentação do diretor de Cultura da Prefeitura de Santa Luzia.

    Quase todos os canais citados atuam diretamente na divulgação institucional da Prefeitura. A coluna entrou em contato com a Anatel para verificar se há algum registro da Tv Canal Livre, seja como Tv comunitária ou comercial, porém o órgão regulador, nos revelou através de sua assessoria, que não há nenhum registro da Tv de Santa Luzia. Desta forma o Canal que divulga o Governo Christiano (Até o momento de forma 'velada'), atua de forma clandestina.

    Segundo o art 183 da Lei nº 9.472/97 'é proibido Desenvolver clandestinamente atividades de telecomunicação: Pena - detenção de dois a quatro anos, aumentada da metade se houver dano a terceiro, e multa de R$ 10.000,00 (dez mil reais)'. Em 2005 a Tv foi retirada do ar por imposição do Ministério das comunicações, após uma denúncia.

    Durante a campanha e na Coletiva de imprensa, o Prefeito de Santa Luzia, Christiano Xavier revelou que estaria disposto a investir na comunicação e valorização dos canais da cidade, porém a realidade tem sido dispersa de suas promessas.

    Apenas aqueles que ajudaram de alguma maneira na campanha à Prefeitura, tiveram seus diretores contratados pelo Executivo. 
    Gabriela Lima 


    A Ketal Tv não atuou diretamente na campanha de Christiano à Prefeitura, porém, membros da equipe do canal, declararam apoio ao então candidato do PSD e segundo apuramos, prestaram serviço a Christiano. Hoje, Wilson, diretor do canal, presta serviços para a assessoria de comunicação da Prefeitura.

    Já  o empresário Roxinho Damião, diretor declarado do impresso Líder Notícias, fez campanha em suas redes sociais para atual Prefeito. O Gazeta Luziense atuou ativamente durante o período de campanha em 2016, inclusive, destacando feitos de Christiano como delegado de Polícia e sua ONG Vital e foi um dos divulgadores do processo de afastamento da ex Prefeita da cidade.

    Empregar profissionais da comunicação não é um ato condenável desde que estes atuem em suas áreas nativas ou que sua contratação não seja fruto de indicação política. Como exposto, Todas as indicações citadas, tem cunho político. Wilson, Alexandre e Roxinho, atuaram diretamente na campanha de Christiano e em troca foram efetivados pelo executivo. Max Félix da Tv Canal livre, contratado recentemente e ao contrário do que ocorria no Governo Calixto, o canal passou a publicizar o executivo, disponibilizando sua equipe de rua para divulgar ações da Prefeitura (antes utilizavam a mesma equipe para denunciar irregularidades). A Lei nº 8.429 de 02 de Junho de 1992, caracteriza como Crime de Improbidade administrativa, ações que visam beneficio próprio com uso de verba pública.

    Os casos citados são apenas alguns detectados pelos leitores do Blog e enviados à este colunista. Temos informações de outros profissionais que também atuam prestando serviço de comunicação á prefeitura.

    Tentamos contato com os diretores de todos os canais citados no artigo para esclarecimentos, mas curiosamente, até o fechamento da matéria nenhum deles respondeu aos nossos questionamentos. O espaço está aberto aos interessados.

    Nenhum comentário

    Sejam Bem vindos ao Vitrine! Todos os comentários são de inteira responsabilidade de seu autor. Não aceitaremos mais comentários anônimos. Caso queira dar sua opinião tenha uma conta no Google.

    Rádio Vitrine Santa Luzia

    Rádio Vitrine Santa Luzia

    Post Bottom Ad

    Política no Vitrine