Header Ads

  • Últimas

    Novidade nos cartórios de protesto de Santa Luzia e MG


    A partir de agora, os mineiros contam com mais um recurso para consultar gratuitamente se há protesto em um CPF (Cadastro de Pessoas Físicas) ou CNPJ (Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica). A novidade está nos totens de atendimento instalados em alguns cartórios do estado. Por meio deles, é possível verificar a situação de pessoas e empresas de forma rápida, gratuita e sem a necessidade de qualquer cadastro.

    "A busca abrange cartórios de protesto em todo o território nacional, ou seja, mesmo que o protesto não tenha sido feito em um dos cartórios mineiros, ele é encontrado pela pesquisa," explica Fernanda Brant, tabeliã e representante do Instituto de Protesto-MG.

    Segundo ela, o fato dos totens estarem dentro dos cartórios, ajuda a tornar ainda mais ágil o processo para quem quer regularizar sua situação. "Estando dentro do tabelionato, após utilizar o totem, a pessoa pode se dirigir a um funcionário, tirar dúvidas e receber todas as orientações para negociar e quitar a dívida", enfatiza.

    Fernanda destaca que o objetivo com a instalação dessas máquinas é facilitar ainda mais o dia a dia do cidadão. "Estamos atentos às tecnologias e novidades disponíveis no mercado e tudo que puder beneficiar as pessoas, agilizar processos e contribuir para oferecermos serviços com mais qualidade, vamos adaptar para nossas atividades", diz.

    As primeiras cidades a oferecer esse novo recurso são: Lavras, Poços de Caldas, Pedro Leopoldo, Diamantina, Guapé, Tupaciguara, Vazante e Santa Luzia. A expectativa é que até o ano que vem a maior parte dos munícipios já contem com o equipamento.

    Mais tecnologia

    A Consulta Nacional de Protesto (CNP) também pode ser feita em outras plataformas. É possível realizá-la por meio do www.protestomg.com.br e ainda via aplicativo. "O site do instituto é autoexplicativo, desenvolvido para que o usuário tenha a melhor experiência possível e entenda mais sobre o processo do protesto extrajudicial, bem como oferece as orientações necessárias para a quitação de débitos", complementa Fernanda.

    Além disso, para protestar dívidas, o Instituto de Protesto-MG, disponibiliza a Central de Remessa de Arquivos Eletrônicos (CRA), um sistema que facilita não apenas o envio, permitindo também o acompanhamento de títulos protestados. Quem preferir, também pode protestar pessoalmente nos cartórios, é necessário apenas ter um título ou documento que comprove a dívida.

    Fonte: Jornal Correio da cidade

    Nenhum comentário

    Sejam Bem vindos ao Vitrine! Todos os comentários são de inteira responsabilidade de seu autor. Não aceitaremos mais comentários anônimos. Caso queira dar sua opinião tenha uma conta no Google.

    Rádio Vitrine Santa Luzia

    Rádio Vitrine Santa Luzia

    Post Bottom Ad

    Política no Vitrine