Header Ads

  • Últimas

    Conheça a trajetória do Candidato a Deputado Estadual Giovani Batista


    Giovani Batista é um administrador e gestor público de sucesso. Nascido em Minas Gerais no município de Monte Carmelo, é casado e pai de três filhos. Filho de José Batista e Nair Gimenes Miranda, carrega de sua formação na Congregação Cristã no Brasil o compromisso com a ética, a verdade e o trabalho. Foi secretário de Governo de Santa Luzia.



    Herdou do pai a paixão pelo trabalho bem feito. No dia a dia, observava com atenção seu jeito de tratar as pessoas, sua fé, dedicação, humildade, firmeza e pé no chão. Do conhecimento obtido em casa, foi buscar seus próprios caminhos. Ainda cedo, aos 14 anos começou a trabalhar como auxiliar de fotografia em um estúdio no Mato Grosso. Aos 21, abriu seu primeiro empreendimento em Belo Horizonte e começou sua trajetória de administrador de sucesso.


    Trouxe para a gestão pública sua sólida experiência acumulada como administrador. Em poucos meses à frente da Secretaria de Governo de Santa Luzia, realizou importantes ações, assegurando o bom funcionamento dos serviços públicos, destaca-se pelo uso correto dos recursos, o que tem resultado em melhorias na qualidade de vida da população luziense.


    Giovani Batista adotou Santa Luzia como sua terra. Cidade em que estabeleceu relação afetiva e de amizade. Durante os cerca de 25 anos em que atua no município, sempre se preocupou em conhecer de perto a realidade da população e envolver-me em lutas e projetos, visando, principalmente, à transformação político-social da cidade. Como secretário de Governo trabalhou para realizar antigos sonhos da população, como o novo Pronto-Socorro do Hospital Municipal.


    Para Giovani Batista a participação na política é, antes de tudo, uma obrigação cristã e cidadã. Uma vez que é por meio da política que se faz possível lutar por uma sociedade mais justa e igualitária, como estabelece os valores evangélicos. Para ele, quem bem define essa questão é o papa Francisco: “Envolver-se na política é uma obrigação para um cristão. Nós, cristãos, não podemos nos fazer de Pilatos e lavar as mãos. Não podemos! Devemos nos envolver na política porque a política é uma das formas mais elevadas da caridade, porque ela procura o bem comum.Os leigos cristãos devem trabalhar na política. A política está muito suja, mas eu me pergunto: está suja por quê? Porque os cristãos não se envolveram nela com espírito evangélico? É uma pergunta que eu faço. É fácil dizer que a culpa é dos outros… Mas eu, o que eu faço? Isto é um dever! Trabalhar pelo bem comum é um dever do cristão”.


    Dentro desses princípios, Giovani Batista defende que a participação social é, portanto, uma das principais ferramenta para a garantia de um governo que atenda, de fato, as necessidades da população, contribuindo para a maior oferta e eficiência dos serviços públicos e para lisura na aplicação dos recursos. Por isso, assim como Martin Luther King, ele acredita que: “nossas vidas começam a terminar no dia em que permanecemos em silêncio sobre as coisas que importam”.

    Fonte

    Nenhum comentário

    Sejam Bem vindos ao Vitrine! Todos os comentários são de inteira responsabilidade de seu autor. Não aceitaremos mais comentários anônimos. Caso queira dar sua opinião tenha uma conta no Google.

    Rádio Vitrine Santa Luzia

    Rádio Vitrine Santa Luzia

    Post Bottom Ad

    Política no Vitrine