Header Ads

  • Últimas

    Policial civil mata três pessoas e atira contra a Própria cabeça em Santa Luzia


    O policial Civil Paulo José Oliveira 40, lotado na Delegacia de Taiobeiras invadiu uma residência na Rua Sebastião Fernandes no Bairro Monte Carlo em Santa Luzia e atitou contra Luciana Carolina de 40, Nathalia Petrolino 19, Victoria Petrolino de 16. Luciana foi assassinada assim como as duas filhas. O Atual companheiro de Luciana e uma terceira vítima conseguiram escapar. Após atirar contra a ex mulher, Paulo atirou contra a própria cabeça. Acabou levado para o Hospital João XXIII e morreu no local há cerca de 2 horas. Luciana e as filhas morreram na hora.

    A MATÉRIA COMPLETA OUÇA HOJE AO MEIO DIA E ÀS 20:00 NO JORNAL DO VITRINE NA RÁDIO VITRINE. 
    Para Acessar a Rádio clique no LINK AQUI

    JOVENS VITIMAS:





    Policial acusado de estupro mata duas vítimas e mãe delas em Santa Luzia

    No ano passado, ele teria sido preso por abusar sexualmente de duas das vítimas; assassinatos seriam vingança
    Um policial civil de 40 anos invadiu uma casa, na madrugada desta terça-feira (15), e matou uma mulher e duas filhas dela em Santa Luzia, na região metropolitana de Belo Horizonte. Em data anterior, o homem teria abusado sexualmente de duas das vítimas, de 15 e 18 anos.
    Segundo informação da polícia, o companheiro de Luciana Carolina Petronilho, de 40 anos, contou que a família estava dormindo quando Paulo José Oliveira, também de 40, arrombou o portão e ordenou que ele e a filha mais velha de Luciana saíssem.
    Em seguida, ele foi em direção à Luciana e as filhas dela, Nathalia Diovana Petronilho, de 18, e Victoria Regina Graciano Petronilho, de 15, e atirou contra as elas.
    Logo depois, o policial atirou contra a própria cabeça. Ele chegou a ser socorrido, mas não resistiu aos ferimentos.
    Ainda segundo o companheiro de Luciana, a motivação do crime seria a condenação de Paulo pelo crime de estupro,contra as vítimas Nathalia e Victoria em data anterior. Os abusos teriam acontecido em 2017.
    Os quatro corpos estão no Instituto Médico Legal (IML) de Belo Horizonte
    Fonte: O Tempo

    Nenhum comentário

    Sejam Bem vindos ao Vitrine! Todos os comentários são de inteira responsabilidade de seu autor. Não aceitaremos mais comentários anônimos. Caso queira dar sua opinião tenha uma conta no Google.

    Rádio Vitrine Santa Luzia

    Rádio Vitrine Santa Luzia

    Post Bottom Ad

    Política no Vitrine