Header Ads

  • Breaking News

    Após votar contra 'Golpe Político' em Santa Luzia, MP denuncia Vereador Balú


    O grupo que quer o Poder a qualquer custo em Santa Luzia fez nova vítima: O vereador Balú! 
    Carlos Norris

    Um processo de Impeachment recheado de elementos sem provas, sustentado através do apoio de importantes políticos, imposto por um advogado da união que almeja ser candidato a Prefeito, foi motivo de perseguição ao Vereador Silmário Eleotério, mais conhecido como Balú. Há algumas semanas o Processo de Impeachment (criado para tirar o atual governo do poder e para cassar o mandato de Roseli Pimentel, Prefeita eleita da cidade em 2016) foi arquivado pelo relator do processo por falta de materialidade nas Provas, afinal os dois argumentos que sustentavam o processo foram desmentidos através de provas enviadas aos vereadores. Após o Arquivamento, o denunciante e ex Pré candidato a Prefeito, sorrateiramente, abriu novo processo com novos elementos, estes igualmente fantasiosos. Mesmo assim a denúncia curiosamente foi aceita por 14 dos 16 vereadores da Casa legislativa. Os únicos a não compactuar com o 'golpe' foram Ivo Melo e Silmário (Balú).

    Perseguição

    Após votarem contra o 'Fantasioso' Impeachment, Ivo Melo foi atacado por um advogado ligado à campanha de Christiano Xavier, ex candidato a Prefeito que após promoção a Delegado Regional de contagem saiu de Santa Luzia e deve se candidatar a Deputado Estadual. Em reunião ocorrida na Câmara Municipal, o Vereador Ivo Melo foi agredido com palavras de Baixo calão pelo 'advogado' que em texto publicado em sua página social, disse ter direito de ofender o ente público. Ivo Abriu processo contra o suposto advogado. Este por sua vez abriu denúncia frente à câmara que foi julgada improcedente por falta de provas.

    Após a agressão contra Ivo Melo, a Pressão se bateu contra o Vereador Balu, outro que votou contra o Fantasioso processo de Impeachment. 

    O Ministério Público de Minas Gerais propôs 5 ações de cassação de mandato contra Vereadores eleitos que trocaram de Partido em 2018, um deles é Balu que trocou o Podemos (Antigo PTN) pelo PHS. De acordo com a Procuradoria Regional Eleitoral, até o momento, os vereadores não apresentaram quaisquer das causas que justificam e autorizam a troca de partido. O gabinete do vereador nega a preocupação e alega que já tem um documento que libera o vereador do Palmital do problema.

    A regra na política Luziense é: Ou Vota conforme manda a elite, a velha Máfia e a Máfia do Lixo ou é cassado, perseguido, preso ou expurgado da Política para sempre.

    É quase certo que teremos novas eleições já no amanhecer do próximo ano (2019), até lá este grupo político que engloba velhos barões, a velha Máfia, ex capitães envolvidos na Máfia do Lixo, a Elite política Luziense, empresários, políticos, comunicadores, jornalistas, gente graúda que sempre esteve no poder em Santa Luzia, vão querer tornar a prefeitura ingovernável.

    Nenhum comentário

    Post Top Ad

    Post Bottom Ad