Header Ads

  • Últimas

    Natal da Criança Poliprene recebe poucas doações para crianças carentes da cidade


    Em Santa Luzia, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, funcionários de uma fábrica de materiais em borracha estão preocupados com a tradicional festa que promovem para cerca de 2 mil crianças, com idades entre 4 e 10 anos, moradoras de bairros da região. A edição deste ano está marcada para o dia 17, mas até agora quase nenhum produto chegou à sede, que fica no Bairro São Benedito. No ano passado eles também tiveram dificuldades. “Em decorrência desta crise econômica, as doações estão baixíssimas. Todo ano contamos com a ajuda de empresas ou grupos de voluntários, mas neste ano, até agora, nada. Praticamente teremos que levantar recursos para realizar o evento”, explica um dos integrantes da comissão organizadora, o supervisor de suprimentos Andrei Dutra Bicalho.

    Segundo ele, o idealizador da festa é o diretor Ilacir Bicalho de Barros, que promove a iniciativa há 33 anos. Além de crianças cadastradas, a festa no pátio da empresa abre as portas para outras, desde que acompanhadas dos pais. Ele diz que até o momento uma empresa se comprometeu a fornecer pães para os lanches que serão distribuídos, além da prefeitura da cidade, que, segundo o supervisor, se propôs a ajudar. Mas eles precisam de brinquedos, alimentos, doces e refrigerantes para oferecer aos participantes.

    Andrei Bicalho explica que a busca por ajuda começou ainda em agosto, mas não houve o retorno esperado. Normalmente, grupos de voluntários procuram a empresa com doações e a comissão organizadora também entra em contato com fornecedores. “Temos feito contato também com essa turma. Todos eles falam que neste ano não estão com muita atenção para as doações, porque estão procurando resolver questões financeiras. As doações ficaram em segundo plano”, explica.

    Fonte: Estado de Minas

    Nenhum comentário

    Sejam Bem vindos ao Vitrine! Todos os comentários são de inteira responsabilidade de seu autor. Não aceitaremos mais comentários anônimos. Caso queira dar sua opinião tenha uma conta no Google.

    Rádio Vitrine Santa Luzia

    Rádio Vitrine Santa Luzia

    Post Bottom Ad

    Política no Vitrine