Header Ads

  • Últimas

    Mulheres vítimas de violência doméstica passam a ter abrigamento a qualquer hora


    Essas vítimas e seus dependentes serão encaminhados, a qualquer momento, a uma casa abrigo em Belo Horizonte onde terão apoio psicológico e jurídico. 

     Mulheres vítimas de violência doméstica em 10 cidades de Minas Gerais passam a ter abrigamento institucional 24 horas por dia nos sete dias da semana. A ampliação do atendimento vale desde a última semana. O termo que garante o atendimento das vítimas foi assinado na última quinta-feira (14), pelo Consórcio “Mulheres das Gerais”, a Prefeitura de Belo Horizonte a Polícia Civil.

     O consórcio tem a participação de dez municípios, a maioria deles na Região Metropolitana de Belo Horizonte. São eles Belo Horizonte, Betim, Contagem, Itabira, Lagoa Santa, Nova Lima, Raposos, Ribeirão das Neves e Sabará e Santa Luzia. O acordo garante que a mulher que buscam abrigamento após violência doméstica sejam acolhidas a qualquer hora.

    Elas e seus dependentes serão encaminhadas para uma casa abrigo, que tem estrutura e equipe especializada para recebê-las. No local elas também têm direito a apoio jurídico e psicológico. As mulheres que morem as outras nove cidades serão encaminhadas para a casa abrigo em Belo Horizonte.

    Nenhum comentário

    Sejam Bem vindos ao Vitrine! Todos os comentários são de inteira responsabilidade de seu autor. Não aceitaremos mais comentários anônimos. Caso queira dar sua opinião tenha uma conta no Google.

    Rádio Vitrine Santa Luzia

    Rádio Vitrine Santa Luzia

    Post Bottom Ad

    Política no Vitrine