Header Ads

  • Últimas

    Mulheres vítimas de violência doméstica passam a ter abrigamento a qualquer hora


    Essas vítimas e seus dependentes serão encaminhados, a qualquer momento, a uma casa abrigo em Belo Horizonte onde terão apoio psicológico e jurídico. 

     Mulheres vítimas de violência doméstica em 10 cidades de Minas Gerais passam a ter abrigamento institucional 24 horas por dia nos sete dias da semana. A ampliação do atendimento vale desde a última semana. O termo que garante o atendimento das vítimas foi assinado na última quinta-feira (14), pelo Consórcio “Mulheres das Gerais”, a Prefeitura de Belo Horizonte a Polícia Civil.

     O consórcio tem a participação de dez municípios, a maioria deles na Região Metropolitana de Belo Horizonte. São eles Belo Horizonte, Betim, Contagem, Itabira, Lagoa Santa, Nova Lima, Raposos, Ribeirão das Neves e Sabará e Santa Luzia. O acordo garante que a mulher que buscam abrigamento após violência doméstica sejam acolhidas a qualquer hora.

    Elas e seus dependentes serão encaminhadas para uma casa abrigo, que tem estrutura e equipe especializada para recebê-las. No local elas também têm direito a apoio jurídico e psicológico. As mulheres que morem as outras nove cidades serão encaminhadas para a casa abrigo em Belo Horizonte.

    Nenhum comentário

    Post Top Ad

    ads

    Post Bottom Ad

    Info Drive