Headlines
Título do Artigo:
Escrito por Moderador

Policial é suspeito de matar a mulher com tiro na cabeça no Palmital em Santa Luzia


Um soldado da Polícia Militar (PM) foi preso na manhã desta quinta-feira e autuado por feminicídio depois de ter dado um tiro "Acidental" na cabeça da companheira dele. Essa tipificação ocorre quando há violência doméstica, familiar e/ou menosprezo ou discriminação à condição de mulher, segundo o Código Penal Brasileiro. O crime ocorreu na residência do casal, na noite desta quarta-feira, no Bairro Palmital, em Santa Luzia, na Grande BH. 

De acordo com a PM, Pâmela Lorena Araújo Soares, de 27 anos, chegou a ser socorrida para Unidade de Pronto Atendimento (UPA) São Benedito, mas morreu ao dar entrada no centro de saúde. Segundo o comandante do 36º Batalhão, tenente-coronel Edésio Amorim, Weslley Aparecido Pedro, de 28, contou que voltava com a companheira de uma festa na casa de um colega policial. “Os dois já não viviam tão bem. No carro, tiveram um atrito e, quando chegou em casa, foi surpreendido com a arma dele na mão dela”, relatou.

O soldado disse em depoimento que ao tentar tomar o revólver, houve o disparo acidental que pegou na cabeça. “Na mesma hora ele socorreu, a pôs no carro e levou à UPA, de onde foi levado à delegacia e notificado o flagrante”, contou.

O soldado está detido no presídio do quartel do 1º Batalhão. De acordo com o tenente-coronel Amorim, na ficha de seu subordinado, que está na Polícia Militar há três anos, não há qualquer de violência contra cidadãos ou colegas de trabalho. “Ele tem um histórico de ser ponderado, ao contrário dela, que era tida como agressiva. Ele está todo unhado e mordido. Nem a família dela se voltou contra ele, por acreditar que foi acidental. A perícia vai ajudar a esclarecer os fatos. As pessoas que trabalham diretamente com ele são unânimes em dizer que ele é muito profissional”, afirmou.

Weslley e Pâmela moravam juntos há cerca de dois anos e têm uma filha de 1 ano e 3 meses. A ocorrência foi encerrada na Delegacia de Plantão de Santa Luzia. De acordo com a Polícia Civil, o caso deve ser encaminhado para a Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher, em BH.

Fonte: Estado de Minas

Mais Informações

Postado por Moderador às 17:31. Marcadores , , , , , . Assine Grátis nosso Feed RSS 2.0. e receba notícias em seu e-mail

Por Moderador às 17:31. Marcadores , , , , , . Todos os artigos Possuem Licença Creative Cummons 6.0. Cópias são permitidas somente citando a fonte com Link

0 comentários for "Policial é suspeito de matar a mulher com tiro na cabeça no Palmital em Santa Luzia"

Leave a reply

"

INFO DRIVE

Rádio Vitrine Santa Luzia

Publicidade