Header Ads

  • Últimas

    Ministro mantém decisão e Fernando César poderá voltar à Prefeitura de Santa Luzia em Breve



    Publicado no fim da noite o julgamento do recurso especial contra a decisão do TRE, cassando e afastando a chapa Roseli-Fernando, eleita em outubro de 2016.
    Conforme decisão, entende-se que não há necessidade de novo efeito suspensivo, já que este encontra-se já definido nos autos do processo anterior.

    Isso significa que Fernando César, caso haja efeito suspensivo ou decisão final do TRE deverá retomar o comando da prefeitura a partir da publicação da decisão do TSE, já que a prefeita eleita Roseli Pimentel segue afastada do cargo por determinação do Desembargador que determinou sua prisão. 

    Veja a decisão:

    RECURSO ESPECIAL ELEITORAL N° 477-36.2016.6.13.0246 - CLASSE 32SANTA LUZIA - MINAS GERAIS
    Relator: Ministro Admar GonzagaRecorrente: Roseli Ferreira PimentelAdvogados: José Sad Júnior - OAB: 65791/MG e outrosRecorrente: Fernando César de Almeida Nunes Resende VieiraAdvogados: Tarso Duarte de Tassis - OAB: 84545/MG e outrosRecorrida: Coligação Somos Todos Santa LuziaAdvogados: André Myssior - OAB: 91357/MG e outrosDESPACHORoseli Ferreira Pimentel e Fernando César de Almeida NunesResende Vieira, respectivamente candidatos eleitos aos cargos de prefeito evice-prefeito do Município de Santa Luzia/MG nas Eleições de 2016,interpuseram recurso especial (fls. 383-414) em face do acórdão do TribunalRegional Eleitoral de Minas Gerais (fls. 170-200), por meio do qual foi rejeitada amatéria preliminar e provido parcialmente o recurso eleitoral, a fim de que,mantida a sua cassação do registro, afastar a declaração de inelegibilidade emrelação ao candidato a vice-prefeito.A Secretaria Judiciária aponta a existência de pedido de efeitosuspensivo, nos moldes do art. 26-C da Lei Complementar 64/90, razão pelaqual fez os autos conclusos (certidão à f l. 483).No entanto, ressalto que, em 22.6.2017, foi concedida medidaliminar nos autos da AC 0602705-20.2017.6.00.0000, a fim de atribuir efeitosuspensivo ao recurso especial interposto nos autos do Recurso Eleitoral 477-36e determinar a sustação da execução dos acórdãos proferidos nos referidosautos até a apreciação do recurso especial no âmbito deste Tribunal Superior, e,em consequência, que os autores permaneçam no exercício dos mandatos deprefeito e vice-prefeito de Santa Luzia/MG ou, caso já tenham sido afastadosx^sejam reconduzidos.REspe n° 286-10.2016.6.21.0006/RSDiante disso, nada há a prover em relação ao pedido de efeitosuspensivo declinado incidentalmente nestes autos.Encaminhem-se os autos à douta Procuradoria-GeralEleitoral, nos termos do art. 269, § 1°, do Código Eleitoral.Após o oferecimento de parecer, observe-se a determinaçãoexarada, em 16.8.2017, nos autos da aludida ação cautelar.Publique-se.Brasília, 8 de novembro de 2017

    Fonte: Santa Luzia Já

    PARA TER ACESSO AO DOCUMENTO CLIQUE AQUI

    Nenhum comentário

    Sejam Bem vindos ao Vitrine! Todos os comentários são de inteira responsabilidade de seu autor. Não aceitaremos mais comentários anônimos. Caso queira dar sua opinião tenha uma conta no Google.

    Rádio Vitrine Santa Luzia

    Rádio Vitrine Santa Luzia

    Post Bottom Ad

    Política no Vitrine