Headlines
Título do Artigo:
Escrito por Moderador

Atlético recebeu até 'parabéns' do Palestra pelo 9 a 2, Maior Goleada marca 90 anos nesta segunda


Maior goleada da história do clássico contra completa 90 anos nesta segunda 27.

Existiu ou não’? Entre torcedores de Atlético e Cruzeiro, o histórico ‘9 a 2’ é motivo de desentendimentos e brincadeiras. Afinal, a maior goleada do clássico - conquistada pelo clube alvinegro - não foi, obviamente, televisionada e ocorreu há 90 anos, completados nesta segunda-feira. Para relembrar a partida, o Portal Superesportes (do Jornal O Tempo) buscou registros daquele 27 de novembro por meio de jornais publicados em 1927.

Título

Os gols de Said (3), Jairo (3), Mário de Castro (2) e Getúlio não apenas fizeram com que o ‘Athletico’ registrasse a maior goleada da história do clássico. O triunfo sobre o então ‘Palestra Itália’ valeu o título do ‘campeonato da cidade’ por antecipação.

“Pela segunda vez, coube ao Club Athletico Mineiro, com o resultado da movimentada pugna de domingo, o título de campeão de Bello Horizonte”, publicou a edição número 10 do ‘Minas Geraes’, distribuída em 28 e 29 de novembro daquele ano.

O Atlético ainda enfrentaria o América. A partida, entretanto, já não valia o título da competição, de acordo com as publicações da época.


Que história é essa?

A goleada sofrida gerou uma reação na diretoria do Palestra Itália que atualmente seria considerada, no mínimo, inusitada. De acordo com o ‘Diário de Minas’, o Atlético recebeu uma mostra de ‘cordialidade esportiva’ vinda do adversário após a partida. A rivalidade entre os clubes ainda não era tão acirrada.

“A S. S. Palestra Itália, enviou, ante-ontem, à tarde, o seguinte telegramma ao presidente do C. Athletico Mineiro:

Dr. Moura Costa. Nome directoria felicito Athletico Mineiro brilhante victoria hoje.

(a) Arcelus, secretario.”, publicou o jornal, que também noticiou a resposta do presidente atleticano.

‘Club Athletico Mineiro agradece gentileza telegramma felicitações victoria hontem e aperta affectuosamente a mão digno e leal adversario.

(a) Moura Costa, presidente.’


‘Facilidade’

O jogo de domingo ganhou maior destaque no ‘Diário da manhã’ de terça-feira. Na seção ‘Diário Sportivo’, o jornal ressaltou a ‘facilidade’ com que o time alvinegro derrotou o adversário no campo do América.

“O Athletico, ante-ontem, obteve linda e fácil victoria sobre o Palestra. Depois de terem resistido no primeiro tempo, os palestrinos deixaram-se abater fragarosamente’, publicou o ‘Diário’.

Na matéria, que ocupou três colunas da página destinada aos esportes, o jornal descreve a partida. O ‘Trio Maldito’, formado por Mário de Castro, Jairo e Said, foi o destaque da goleada. O primeiro tempo terminou com vitória alvinegra por 2 a 1. A etapa final, entretanto, reservou mais sete gols do Atlético e apenas um do Palestra.


Torcida feminina

De acordo com os jornais da época, 4 mil pessoas foram ao campo do América para acompanhar a partida. A grande presença de mulheres foi destaque no ‘Correio Mineiro’, que abordou o tema de forma controversa. Ao invés de ressaltar apenas a torcida, a publicação escolheu falar também sobre ‘graciosidade’ e ‘gentileza’.

“As gentis e graciosas torcedoras não faltaram à disputa do importante preão, comparecendo em grande número ao campo, dando a este animação extraordinária e agradável aspecto”, publicou.

A torcida feminina também foi destacada pelo Minas Geraes. Logo no terceiro parágrafo do texto, a publicação cita duas presenças ilustres.

“As archibancadas e logares adjacentes do ‘stadium’ do América F. C., onde se verificou a lucta, achavam-se repletos de ‘torcedores’, salientando-se o elemento feminino, cuja ‘torcida’, commandada pelas sonhorinhas Nenem Alluoto e Horizontina Federiel, respectivamente, rainha e grã-duqueza dos sports de Bello Horizonte, foi uma das mais calorosas e enthusiasticas”.


Comemoração e superstição

A seção ‘Jogos e Desportos’ do ‘Correio Mineiro’ de 29 de novembro deu espaço a algumas curiosidades relacionadas ao jogo. De acordo com a publicação, o então presidente do Atlético, Leandro Castilho de Moura Costa, deu uma mostra de superstição.

Segundo o relato, o fotógrafo de uma revista da época quis ‘bater uma chapa dos dois quadros’. As fotografias das equipes são comuns hoje em dia, especialmente em jogos decisivos. O presidente atleticano, entretanto, não gostou muito da ideia.

“Quando o photographo ia bater a chapa do quadro athleticano, o dr. Moura Costa, ilustre presidente do Athletico, interveio. Não queria que o seu quadro se deixasse photographar. Dava azar. O quadro perderia. Depois do jogo, sim. Deixaria bater a chapa”, publicou o jornal.

Dito e feito. A foto só foi tirada depois da vitória. O ‘Correio Mineiro’ também aproveitou para registrar o jantar no antigo restaurante ‘Guarany’ por conta da vitória alvinegra.

Atlético 9 x 2 Cruzeiro

Atlético: Perigoso, Chiquinho, Brant, Franco, Ivo, Hugo, Getulinho, Said, Jairo, Mário de Castro e Getúlio

Cruzeiro: Geraldo, Rizzo, Para-raio, Porfírio, Osti, Nininho, Piorra, Nani, Ninão, Bengala e Armandinho

Gols: Said (3), Mário de Castro (2) e Jairo (3) e Getúlio; Ninão (2)

Data: 27/11/1927
Árbitro: José Avelino
Público: 4 mil
Estádio: Campo do América
Motivo: Campeonato da Cidade

Fonte: Superesportes

Mais Informações

Postado por Moderador às 11:01. Marcadores , , , , . Assine Grátis nosso Feed RSS 2.0. e receba notícias em seu e-mail

Por Moderador às 11:01. Marcadores , , , , . Todos os artigos Possuem Licença Creative Cummons 6.0. Cópias são permitidas somente citando a fonte com Link

0 comentários for "Atlético recebeu até 'parabéns' do Palestra pelo 9 a 2, Maior Goleada marca 90 anos nesta segunda"

Leave a reply

"

INFO DRIVE

Rádio Vitrine Santa Luzia

Publicidade