Headlines
Título do Artigo:
Escrito por Moderador

Pernambucana que salvou livros de enchente não recebeu casa prometida pela Record



Mais de três meses após a promessa de uma casa nova para a pernambucana Rivânia da Silva, de apenas 8 anos, feita durante o Hora do Faro, da Record, a família ainda não recebeu os prêmios conquistados em episódio veiculado no dia 9 de julho, quando bateu recorde de audiência no Recife ao cravar 23 pontos. Além do imóvel, o apresentador disse que ela receberia móveis, eletrodomésticos, utensílios para casa, computador, brinquedos e outros itens pessoais e para a casa - o fornecimento, segundo a emissora, é feito através de parceiros.

A garota de Várzea do Una, no município de São José da Coroa Grande, a 117km do Recife, comoveu o país após uma fotografia na qual aparece agarrada com força a uma bolsa com livros em meio a fortes enchentes em Pernambuco, em junho: ela escolheu salvar o material escolar em detrimento de roupas ou brinquedos. "Dentro dos meus livros está o meu futuro. Eu gosto de ler, gosto de aprender", explicou a Rodrigo Faro.

"Queremos saber onde está a casa prometida a Rivânia. Já se passaram três meses e a família ainda não sabe notícias da casa que foi prometida, a família continua na mesma casa simples e humilde. Milhares de pessoas se emocionaram com a história da pequenina, vibraram com todas as promessas feitas no programa do Faro, mas, até agora, a promessa da casa não se cumpriu. Agora milhares querem saber: onde está a casa de Rivânia?", reclama Michelle Belo, amiga da família.

Em um vídeo publicado nas redes sociais (veja abaixo), ela confessa sonhar com a casa que "tio Rodrigo Faro prometeu" como presente de Natal, entregue pelo papai Noel. A menininha revela que ainda mora na mesma casa, afetada pelas chuvas e mostrada no programa, com a avó, a costureira Maria, o avô, o pescador Eraldo, e os quatro irmãos.


"Tenho um telefone de um produtor, mas ninguém atende nem responde o WhatsApp. Liguei para a Record de São Paulo e não consegui falar com ninguém", revela Michelle. Orgulhosa, ela faz questão de frisar a entrega da medalha de bronze da Defesa Civil Nacional, agendada para o dia 22 de novembro. 

De acordo com Dona Ivone, a produção estipulou o prazo de 90 dias para a entrega da casa pronta. Entretanto, ela sequer saber o endereço do terreno destinado à menina e não tem contato com a equipe do Hora do Faro. "Dizem que é na entrada da Várzea. É o que eu vejo o povo falar", revela a matriarca.

Até o momento, a família recebeu um depósito no valor de R$ 20 mil, guardados em uma poupança e destinados a custear os estudos da menina, uma máquina de costura para a avó e algumas caixas com brinquedos, que permanecem fechadas, a pedido da Record, de acordo com Dona Ivone, além do tratamento odontológico mostrado na televisão, em São Paulo. À escola onde ela estuda, também chegaram brinquedos, conforme prometido. A ajuda mensal de um mercado local, no valor de R$ 500, é cumprida.

A reportagem  entrou em contato com a Record no dia 17 de outubro e a assessoria de imprensa afirmou estar apurando o caso, mas não enviou resposta até a publicação desta matéria. O posicionamento da emissora será acrescentado assim que enviado.
Fonte: Uai

Mais Informações

Postado por Moderador às 07:59. Marcadores , , , . Assine Grátis nosso Feed RSS 2.0. e receba notícias em seu e-mail

Por Moderador às 07:59. Marcadores , , , . Todos os artigos Possuem Licença Creative Cummons 6.0. Cópias são permitidas somente citando a fonte com Link

0 comentários for "Pernambucana que salvou livros de enchente não recebeu casa prometida pela Record"

Leave a reply

INFO DRIVE

Rádio Vitrine Santa Luzia

Publicidade