Headlines
Título do Artigo:
Escrito por Moderador

Leitores do Vitrine relatam que funcionários das Escolas Municipais não tem nem o que comer em casa por falta de pagamento




O Prefeito interino de Santa Luzia, Fernando César, pediu na última semana uma suplementação orçamentária no valor de R$ 45 milhões de reais aos vereadores para, segundo ele, ter condições de pagar o funcionalismo. A Suplementação foi aprovada pelo Legislativo em sessão conturbada e até o momento, nenhum dos servidores terceirizados que prestam serviços à Prefeitura recebeu. 

Já foram quase 2 meses desde que assumiu a Prefeitura e Fernando César até o momento não conseguiu nem sequer organizar seu quadro de secretários. Os Funcionários terceirizados não recebem desde que a Prefeita Roseli Pimentel foi afastada. Os Funcionários efetivados só estão com os salários em dia porque houve uma programação para que estes pagamentos fossem creditados e os recursos foram conseguidos ainda em 2016, na Gestão Roseli.

Funcionários que prestam serviço para a Empresa SANE (empresa velha nossa conhecida aqui no vitrine e que tem fama de passar calote nos funcionários), tem relatado que estão passando por muitas dificuldades devido a falta de pagamento. Nas últimas semanas, servidores da saúde receberam apenas vales transporte e ticket alimentação. Muitos dos Servidores da Educação, nem isto receberam. À Imprensa de Santa Luzia e da Capital o Prefeito Interino afirmou que iria pagar os salários. A Assessoria de imprensa da prefeitura afirmou que o pagamento já teria sido creditado.

Hoje pela manhã, uma de nossas leitoras nos enviou mensagem inbox na Página revelando que ao levar o filho para a escola, acabou se deparando com funcionárias da escola recebendo doações de alimentos. Ela revela que estavam chorando e que tem 5,6,8 filhos pequenos e que não tem nem arroz em casa. Nossa Leitora ainda disse que voltou em casa e pegou biscoitos, leite e iorgute e entregou às Funcionárias. O fato deve-se ao não pagamento de salários por parte do Executivo.

3 Milhões para publicidade

Enquanto os funcionários públicos passam fome por falta de pagamento, somos surpreendidos com o anúncio de que a Prefeitura pretende gastar 3 milhões de reais em publicidade institucional. O Anúncio veio por meio de um edital de licitação para contratação de empresa de publicidade com intuito de promover o trabalho do executivo através de vídeos institucionais.

Mais Informações

Postado por Moderador às 08:26. Marcadores , , , , . Assine Grátis nosso Feed RSS 2.0. e receba notícias em seu e-mail

Por Moderador às 08:26. Marcadores , , , , . Todos os artigos Possuem Licença Creative Cummons 6.0. Cópias são permitidas somente citando a fonte com Link

0 comentários for "Leitores do Vitrine relatam que funcionários das Escolas Municipais não tem nem o que comer em casa por falta de pagamento"

Leave a reply

INFO DRIVE

Rádio Vitrine Santa Luzia

Publicidade