Headlines
Título do Artigo:
Escrito por Moderador

Vereadores se aproveitam de polêmica racial para promoção pessoal


No último dia 18 de Julho, representantes e praticantes das religiões de Matriz Africana, realizaram um protesto contra uma decisão da Justiça Luziense que estipulou dias, horários e como devem ser realizados cultos em terreiros de candomblé na cidade
Carlos Norris
Antenados, os Vereadores Suzane Duarte (PT) e Cesar Lara Diniz (PCdoB), se aproveitaram da polêmica para sugerir à Câmara municipal, apoio à conferência Municipal de Promoção da Igualdade Racial, marcado às pressas e realizado no último dia 30 de julho. Curiosamente o evento contou apenas com a participação dos dois vereadores, mesmo ambos deixando claro em suas redes sociais que o apoio adveio da câmara Municipal de Santa Luzia. Suzane destacou que seu mandato "Defende a liberdade religiosa" e César que o evento foi organizado pela câmara Municipal "Considerando que o Poder Executivo não se empenhou em realizar tal Conferência Câmara Municipal avocou este compromisso e com a dedicação de alguns vereadores foi realizado o evento", mesmo estando presente na comunidade de Pinhões, apenas os vereadores Suzane Duarte e César Lara. César é Presidente da Comissão Permanente de Direitos do Homem e da Mulher, por isto tal empenho na realização da conferência que foi encarregada de eleger a delegação do Município de Santa Luzia para a IV Conferência Estadual de Promoção da Igualdade Racial.



O Curioso da ação de ambos os vereadores é que a comunidade quilombola de Pinhões que foi certificada por meio da Portaria nº134, de 5 de abril de 2017 como comunidade quilombola, existe há décadas e jamais foi agraciada com apoio do Legislativo, inclusive da Vereadora Suzane que já está em seu terceiro mandato.


A Comunidade fica há 15 km do centro e não conta com rede de distribuição de água ou coleta de esgoto, os quilombolas tem dificuldade para praticar a pesca devido a crescente poluição do rio das velhas, a condição precária das moradias, a distância com o centro e falta de representatividade do legislativo, já que a comunidade conta com menos de 380 famílias (são poucos votos), tornam a comunidade isolada do centro politico da cidade. Localizada em Pinhões, a comunidade foi formada por ex escravos do convento de Macaúbas entre os limites da Fazenda de Bicas e o convento. A Comunidade quilombola de pinhões foi o palco escolhido para a conferência Municipal.



Apesar da falta de apoio de políticos locais a comunidade quilombola de pinhões é constante centro de ações de conscientização e festejos da cultura negra local e regional. Em 2015 foi palco da abertura da semana da consciência negra , este ano do projeto pretança, dentre diversos outros eventos que podem ser conferidos em sua página no facebook. O mais gozado é que a página oficial da comunidade quilombola de pinhões na Rede Social não destacou o evento realizado pelos vereadores.


Acima folder do evento promovido pela Câmara Municipal com a presença de apenas dois vereadores

Percebam que segundo publicação da vereadora Suzane Duarte em sua página de mandato, ela participou de reunião convocada pela Esquerda (com participação de vários vereadores, deputados, todos de Partidos da esquerda) contra a decisão da Justiça Luziense. Há de se frisar que o protesto ocorreu em uma terça-feira (se não me engano recesso na Câmara Municipal).

PORQUE A POLÊMICA

A pergunta que não quer calar é: Porque somente os vereadores Suzane Duarte e César Lara Diniz, ambos de partidos de Esquerda PT e PcdoB e declaradamente oposição à Prefeitura (César até destacou desinteresse do executivo - que não foi comunicado do evento -  na realização do evento) foram os únicos participantes, sendo que (sendo o folder) a conferência foi organizada pela Câmara Municipal? A Segunda Pergunta é porque a comunidade quilombola não mencionou o evento, mesmo este sendo realizado em sua comunidade? Outro questionamento é porque a imprensa de Belo Horizonte não emitiu notas sobre a denúncia? Porque apenas portais ligados à esquerda emitiram notas sobre a denuncia impetrada pela Justiça de Santa Luzia? Porque somente agora os vereadores levantaram este assunto? Procurei nas Páginas oficiais de ambos os vereadores que prestigiaram o protesto e o evento e nenhum dos dois destacou qualquer ação em defesa das comunidades quilombolas ou da cultura negra em Santa Luzia. São muitos questionamentos e poucas respostas!



Ps.: Artigo confeccionado a Pedido de um dos leitores!

Mais Informações

Postado por Moderador às 14:52. Marcadores , , , , , , . Assine Grátis nosso Feed RSS 2.0. e receba notícias em seu e-mail

Por Moderador às 14:52. Marcadores , , , , , , . Todos os artigos Possuem Licença Creative Cummons 6.0. Cópias são permitidas somente citando a fonte com Link

0 comentários for "Vereadores se aproveitam de polêmica racial para promoção pessoal"

Leave a reply

"

INFO DRIVE

Rádio Vitrine Santa Luzia

Publicidade