Headlines
Título do Artigo:
Escrito por Moderador

Proteste flagra inseto morto em análise do café Melitta e pêlo de rato em farinha Sol



A Associação de Consumidores Proteste realizou um teste de segurança alimentar em amostras de oito marcas de café e farinha do trigo. Segundo a entidade, a análise foi feita com base no regulamento técnico da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e encontrou um inseto morto no café Melitta e pelo de rato na farinha da marca Sol.

Segundo a agência reguladora, cada 25 gramas de café podem ter até 60 fragmentos de insetos. No teste da Proteste, as marcas Caboclo e Pilão não tinham matérias estranhas macroscópicas e nem microscópicas. O café 3 corações apresentou 15 fragmentos de insetos em 25g de amostra, dentro do previsto pela legislação. Já análise da marca Mellita revelou a presença de 13 fragmentos de insetos e um inseto inteiro morto em 25g de amostra.

Na farinha de trigo, de acordo com a Anvisa, é permitido ter até 75 fragmentos de insetos em 50g do produto. As amostras de 50 gramas das marcas Renata (33 fragmentos de insetos), Dona Benta (3 fragmentos de insetos) e Rosa Branca (5 fragmentos de insetos) obedeciam à norma.

Já a análise da marca Sol flagrou a presença de 25 fragmentos de insetos e um fragmento de pelo de roedor, o que a classifica como não adequada para consumo. Os pelos de roedores, como rato, ratazana e camundongo, são potenciais transmissores de doenças, mas são permitidos em alguns alimentos. No ketchup, por exemplo, é possível ter até 1 fragmento em 50 g do alimento, mas essa regra da Anvisa não se aplica à farinha de trigo.

Por causa do teste, a Proteste requer dos órgãos fiscalizadores que os produtos em desacordo com a norma sejam retirados do mercado e pede uma revisão na Resolução 14 da Anvisa, considerada “excessivamente complacente”.

VEJA AS NOTAS DAS EMPRESAS

“Em relação aos testes realizados pelo Instituto Proteste com um lote especifico do café em pó Tradicional embalagem Pouch 500g da Melitta do Brasil, a empresa afirma que desconhece os procedimentos utilizados para o teste dos produtos e reitera que prima pela qualidade, atende e respeita todas as regras da legislação aplicada pela ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária).

A marca tem como prioridade entregar a excelência no produto final e, para isso, possui diversos processos de controle, além de certificados que comprovam o alto nível de qualidade em seus processos, como o Selo de Pureza ABIC (Associação Brasileira da Indústria do Café), o Certificado ISO 9001 de gestão de qualidade, o Programa de Qualidade do Café da ABIC e o Programa de Boas Práticas de Fabricação.

A empresa afirma ainda que realiza análises periódicas com laboratórios independentes certificados e que em nenhum momento foram encontradas as irregularidades divulgadas pelo Instituto Proteste. Por respeito e responsabilidade ao consumidor, a Melitta do Brasil vai recolher o lote em questão para refazer as análises”.

"A J.Macêdo, fabricante da farinha de trigo Sol, tem laudos de laboratório credenciado pela ANVISA (anexos) que atestam não ter sido identificada nenhuma inconformidade no mês de produção indicado pelo número parcial de lote divulgado pela Proteste. O mesmo vale para os meses anteriores e posteriores ao fato, no que se refere à presença de materiais estranhos. A J.Macêdo tem contraprovas dos lotes de produção e já os submeteu a exame em laboratório externo credenciado pela ANVISA, a fim de resguardar e dar a seus consumidores a garantia de seu rigor em relação aos seus procedimentos de fabricação. A J.Macêdo afirma com base no número parcial de lote divulgado pela Proteste que nenhum lote produzido no mês em questão apresentou problemas, de acordo com os laudos citados acima. A Proteste também não comunicou a sua metodologia de amostragem, nem condições de armazenamento e coleta e nem se o laboratório que executou o teste é credenciado pela ANVISA.

Todas as unidades da J.Macêdo seguem rígidos controles de qualidade e rotinas de análise sistemática, com procedimentos de boas práticas de fabricação e controle de pragas minucioso. Se por algum motivo um produto se apresente fora da especificação, o lote inteiro do qual ele faz parte é descartado, conforme as regras da ANVISA e as melhores práticas de segurança alimentar."

Os laudos podem ser conferidos no site da empresa.

Mais Informações

Postado por Moderador às 19:16. Marcadores , , , . Assine Grátis nosso Feed RSS 2.0. e receba notícias em seu e-mail

Por Moderador às 19:16. Marcadores , , , . Todos os artigos Possuem Licença Creative Cummons 6.0. Cópias são permitidas somente citando a fonte com Link

0 comentários for "Proteste flagra inseto morto em análise do café Melitta e pêlo de rato em farinha Sol"

Leave a reply

INFO DRIVE

Rádio Vitrine Santa Luzia

Publicidade