Headlines
Título do Artigo:
Escrito por Moderador

Filho de Bolsonaro quer Censurar a Esquerda no Brasil

O texto do parlamentar pune quem distribuir propaganda com o símbolo da foice e do martelo e quem fizer apologia a regimes comunistas.

São Paulo – Um projeto de lei do deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSC-SP) quer criminalizar a apologia ao comunismo.

A proposta visa alterar a Lei Antirracismo (7.716/89) ao incluir entre os crimes previstos o de “fomento ao embate de classes sociais”. A pena prevista na lei atual é de um a três anos de prisão e multa.

O projeto do parlamentar ainda pune quem fabricar, comercializar, distribuir ou veicular símbolos ou propaganda com o símbolo da foice e do martelo ou quaisquer outros meios de divulgação favorável ao comunismo. A pena, atualmente aplicada para a apologia ao nazismo, estabelece reclusão de dois a cinco anos e aplicação de multa.

No documento, Bolsonaro afirma que os regimes comunistas mataram mais de 100 milhões de pessoas em todo o mundo e implantaram a censura à imprensa, a opiniões e a religiões. “Mesmo assim, agremiações de diversas matizes, defendem esse nefasto regime, mascarando as reais faces do terror em ideais de igualdade entre as classes sociais”, diz o texto.

O projeto tramita na Câmara dos Deputados e antes de ir a plenário deve passar pela Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ).
Veja a íntegra da proposta.

Mais Informações

Postado por Moderador às 14:46. Marcadores , , . Assine Grátis nosso Feed RSS 2.0. e receba notícias em seu e-mail

Por Moderador às 14:46. Marcadores , , . Todos os artigos Possuem Licença Creative Cummons 6.0. Cópias são permitidas somente citando a fonte com Link

0 comentários for "Filho de Bolsonaro quer Censurar a Esquerda no Brasil"

Leave a reply

INFO DRIVE

Rádio Vitrine Santa Luzia

Publicidade