Header Ads

  • Últimas

    Greve Geral deve Parar Belo Horizonte na Próxima Sexta-feira 30




    As centrais sindicais estão convocando os trabalhadores a aderir à greve de sexta-feira, dia 30/06. A mobilização é um protesto contra a reforma trabalhista e o governo Temer.

    Diferentemente das paralisações de 15 de março e 28 de abril, a manifestação de 30/06 não está sendo chamada de greve geral pelas centrais, pois muitas categorias importantes não aderiram. Esse é o caso dos motoristas de ônibus e ferroviários da CPTM.

    Entre as categorias que já confirmaram participação na greve de sexta estão os metroviários e os bancários (confirmados por enquanto em São paulo). Os movimentos sociais Brasil Sem Medo e Frente Popular vão engrossar os protestos. O MTST também participará do dia de manifestações e luta.

    Em Belo Horizonte:

    Às 9h, começa a concentração para o ato será na Praça da Estação, na avenida dos Andradas, em Belo Horizonte. Segundo um dos sindicatos deverá também haver concentração na Praça Sete por volta das 11:00.

    Em Santa Luzia

    Até o momento apenas as Escolas Estaduais e Municipais devem aderir à Greve. Caso Hajam Novas informações iremos atualizar aqui no Vitrine


    Transporte

    O Sindicato dos Trabalhadores Rodoviários de Belo Horizonte e Região (STTRBH) anunciou que irá aderir a greve no setor administrativo. Ou seja, a sede do sindicato não funcionará amanhã. Entretanto, os motoristas e cobradores devem trabalhar normalmente. Segundo o sindicato, caso os rodoviários queiram aderir a paralisação, será uma decisão de livre e espontânea vontade dos trabalhadores e não uma recomendação do órgão.
    O Sindicato dos Metroviários (Sindimetro-MG) ainda não tem uma posição definida em relação ao protesto. Segundo a associação, uma reunião realizada na última terça-feira (27) decidiu pela paralisação. Entretanto, uma nova assembleia será realizada na noite desta quinta-feira para definir o posicionamento dos trabalhadores.

    Saúde

    O Sindicato Único dos Trabalhadores da Saúde de Minas Gerais (Sind-Saúde) está convocando os trabalhadores do setor para aderirem à greve. Porém, segundo o sindicato, não é possível definir quantos hospitais vão fazer parte do movimento.
    O Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de BH (Sindibel) confirmou que irá paralisar totalmente amanhã. Sendo assim, os centros de saúde deverão amanhecer fechados e o pronto-atendimento com funcionamento em escala mínima.

    Educação

    O Sindicato Único dos Trabalhadores em Educação de Minas Gerais (Sind-UTE)  está convocando os servidores da educação para a adesão ao movimento. Escolas estaduais e municipais não devem funcionar na capital nesta sexta. O Sindicato dos Professores de Minas Gerais (SinproMinas), que representa os professores da rede particular, também orientaram a adesão à greve.

    Bancos

    Os bancos também não devem funcionar na capital e região.  O Sindicato dos Bancários de BH e Região aderiu à paralisação. “Só a luta dos trabalhadores pode barrar o desmonte da legislação trabalhista, da nossa Previdência e das estatais brasileiras. Temos que nos mobilizar agora para garantir nosso presente e nosso futuro. A participação de todos é muito importante”, ressalta a presidente do Sindicato, Eliana Brasil.

    Outros

    Além dos setores citados, o Sindicato dos Trabalhadores Metalúrgicos de Belo Horizonte e Região está convocando os metalúrgicos para a paralisação. Ainda não há estimativa de adesão dos trabalhadores. Agentes de combate à dengue, parte do serviço de limpeza urbana da capital e do administrativo da Prefeitura de Belo Horizonte não deverão trabalhar nesta sexta.

    Nenhum comentário

    Sejam Bem vindos ao Vitrine! Todos os comentários são de inteira responsabilidade de seu autor. Não aceitaremos mais comentários anônimos. Caso queira dar sua opinião tenha uma conta no Google.

    Rádio Vitrine Santa Luzia

    Rádio Vitrine Santa Luzia

    Post Bottom Ad

    Política no Vitrine