Já está preso no presídio José Martinho Drumond, em Ribeirão das Neves, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, o homem de 47 anos suspeito de matar a facadas a ex-companheira na frente dos filhos em Santa Luzia, na Grande BH.


O crime foi há uma semana e teria sido motivado porque o suspeito não queria aceitar a separação. Segundo a Polícia Civil, o homem se apresentou à delegacia na última segunda-feira (22) acompanhado de um advogado.

A corporação informou que o suspeito prestou depoimento e que confessou a autoria do crime. A delegada responsável pelo caso, Adriana Rosa, não deu detalhes a respeito do depoimento.
Após ser ouvido, o homem foi preso e encaminhado para o presídio em Ribeirão das Neves. Contra ele, havia um mandado de prisão preventiva em aberto.

Relembre
Inconformado com o fim do relacionamento, o suspeito teria agredido a mulher em casa, localizada no bairro Londrina, em Santa Luzia, na Grande BH. Em um dos cômodos do imóvel, o suspeito exigiu que a mulher ingerisse uma bebida de coloração branca e em seguida levou a vítima para um banheiro.

No local, o homem mandou que a vítima beijasse seus pés e depois a esfaqueou oito vezes. Após a morte da mulher, o suspeito ainda teria a intenção de ferir os filhos de 14 e 12 anos, porém ao perceberem o crime, as crianças pediram socorro aos vizinhos.
Desesperado com o grito dos filhos, o homem acabou pulando o muro e fugindo em seu veículo, um Corsa Classic.

Fonte: Hoje em dia