Header Ads

  • Últimas

    Veneno na Mesa: O perigo de Se temperar com Cubos de caldo

    Já percebeu como é impressionante a variedade de sabores que aqueles caldos em tablete têm?
    Você pode comprar de carne, galinha, legumes, bacon, picanha, costela…
    Cada vez mais, novos sabores vão surgindo e além de deixarem a comida mais gostosa, também atraem pela baixa gordura e calorias.

    O problema é que, como se trata de um alimento industrializado, esses caldos vêm com muita química.

    Estamos falando de aromatizantes, corantes, realçadores de sabor (como o glutamato monossódico) e a preocupante - e exagerada - quantidade de sódio.
    Ou seja: uma verdadeira bomba!

    A Organização Mundial da Saúde diz que a quantidade ideal de sal que podemos consumir diariamente é de 5 gramas por dia.
    Isso é quase 1 colher (chá) cheia.
    Cada grama de sal contém 400 miligramas de sódio.
    Sendo assim, a cota diária de sódio deve ser de 2.000 mg por dia.
    Deve ter batido a curiosidade para saber quanto de sódio tem em um tablete de caldo desses, não é?
    Veja:
    - 993 miligramas de sódio, se for caldo de carne
    - 1.038 miligramas, se for de frango
    - 900 miligramas, se for de legumes
    Isso significa que um tablete já tem mais ou menos 50% do que você pode consumir de sal diariamente.

    Como ninguém vai passar o dia todo sem consumir sal depois de colocar um caldo desses na sopa, verdura ou legumes, acaba que estoura a cota diária.

    Mas os caldos em tablete possuem outra grande ameaça: o glutamato monossódico.
    O glutamato monossódico está relacionado à obesidade e à doença de Alzheimer, além de ser altamente tóxico para os neurônios.

    A substância é um neurobloqueador do hipotálamo, controlador do apetite, o que faz aumentar a quantidade de comida ingerida.

     Não por acaso, a obesidade é tão comum nos dias atuais.

    E não só nos adultos, nas crianças também, que terminam sendo as principais vítimas dos alimentos industrializados.

    Por isso, a solução está em preparar seu próprio caldo em casa.
    Aprenda duas receitas simples e bem saborosas:

    Caldo de ervas:
    Espalhe em forminhas de gelo algumas ervas secas, como manjericão, orégano, salsa e elecrim.
    Feito isso, adicione azeite de oliva.

    Em seguida, leve a forminha ao congelador.
    Quando congelar, tire os cubinhos e coloque num saquinho plástico no congelador.
    E assim, sempre que precisar, peque um cubinho e tempere sua comida.
    Há outra receita bem legal, mas com ervas frescas.

    Basta bater no liquidificador 1 cebola grande, 2 dentes de alho sem casca, 1 maço pequeno de cebolinha, 1 maço pequeno de salsinha, 1 pimentão sem sementes, 1 colher (sopa) de vinagre branco e 1 pitada de sal.

    Tanto o vinagre como o sal atuam como conservantes.
    Coloque a mistura na forma de gelo e leve ao congelador.
    Ainda tem mais uma, o caldo de legumes: numa panela, coloque 1 litro de água, 2 tomates, 1 alho-poró, 1 cenoura grande, 1 pé de espinafre, 1 maço de cabolinha, 1 maço de salsinha, 1 ramo de alecrim, 1 cebola média, 2 dentes de alho e uma pitada de sal marinho.

    Deixe ferver um pouco e, depois que os ingredientes já tiverem cozidos, deixe esfriar.
    Depois é só bater no liquidificador e colocar na forminha de gelo, para levar ao congelador.

    Fonte: Cura pela Natureza

    Nenhum comentário

    Sejam Bem vindos ao Vitrine! Todos os comentários são de inteira responsabilidade de seu autor. Não aceitaremos mais comentários anônimos. Caso queira dar sua opinião tenha uma conta no Google.

    Rádio Vitrine Santa Luzia

    Rádio Vitrine Santa Luzia

    Post Bottom Ad

    Política no Vitrine