Header Ads

  • Últimas

    Homem mata a própria namorada para fazer sexo com o cadáver



    Um agricultor nigeriano matou a namorada para poder ter sexo com o cadáver, justificando o crime com o fato de esta ter negado várias vezes a manter relações sexuais com  ele. Sunday Ushie, de 35 anos, namorava com Nnena Samuel, de 30 anos, há alguns meses e conta que a mimava todos os dias com prendas e dinheiro. A mulher, no entanto, se negava sempre a fazer sexo. 

    O homem confessou às autoridades nigerianas que convidou Nnena para o seu apartamento, onde a esfaqueou. Após matar ela, mutilou o corpo e fez sexo com o cadáver. "Estava muito zangado. Matei-a para ter o que ela me negava. Foi estranho ter sexo com um cadáver, mas nunca tive relações com ela viva porque ela nunca me deu essa oportunidade. Estava sempre a dar-lhe dinheiro e ela nunca me dava nada", conta o criminoso, que trabalha numa plantação de cacau.  

    O comissário da polícia local, Hafiz Inuwa, afirmou que "o suspeito foi detido e confessou o crime, encontrando-se a aguardar julgamento" e adiantou que o corpo de Nnena foi encontrado com coortes profundos numa mão, nas pernas e na boca. A mulher tinha dois filhos, de nove e 11 anos, que confirmaram às autoridades que a mãe foi convidada pelo namorado para sair e não voltou.
    "Foi trabalho do Diabo, não sei como o fiz, mas fui eu que a esfaqueei", confessou ele. 

    Nenhum comentário

    Sejam Bem vindos ao Vitrine! Todos os comentários são de inteira responsabilidade de seu autor. Não aceitaremos mais comentários anônimos. Caso queira dar sua opinião tenha uma conta no Google.

    Rádio Vitrine Santa Luzia

    Rádio Vitrine Santa Luzia

    Post Bottom Ad

    Política no Vitrine