Headlines
Título do Artigo:
Escrito por Moderador

Ator Tuca Andrada ouvirá passageiros de ônibus em série de TV gravada em Santa Luzia


Poltrona 27 terá seis episódios conduzidos pelo ator de A lei do amor.

Em seis episódios, o recifense Tuca Andrada, de 52 anos, é o fio condutor da série Poltrona 27. Na pele do ouvinte Francisco, ele escuta relatos de diferentes passageiros transportados em ônibus. Com estreia marcada para esta segunda-feira, às 21h, no Canal Brasil, a produção é uma adaptação do romance homônimo de Carlos Herculano Lopes para a televisão e tem direção e roteiro de Paulo Thiago. O primeiro episódio, intitulado O diamante da noite, mostra os diálogos entre Francisco e Oscar (Jefferson da Fonseca), garimpeiro que narra dois casos: a ressurreição de Salvador (Eraldo Fontiny) e uma situação vivida por Dioclones (Camilo Lelis).

As filmagens da produção aconteceram entre novembro e dezembro de 2015 nos municípios mineiros de Jaboticatubas, São José da Serra, Taquaraçu de Minas, Santa Luzia e Sabara. É o segundo trabalho do ator para a TV por assinatura, após a segunda temporada da série Os homens são de Marte e é pra lá que eu vou (GNT). Atualmente, ele está no ar como Misael na novela A lei do amor, exibida às 21h, na Globo.

Como surgiu o convite para participar da série?
Eu estava no Recife na época e Paulo Thiago (diretor) me ligou. Achei muito interessante a proposta. Eu sou o fio condutor da história. É como se fosse uma orelha dos outros personagens. Eles contam a história. Eu vou fazendo um comentário. É uma situação que muita gente já viveu no avião, no trem, no ônibus. O autor viveu essa experiência. Alguma dessas histórias eram verídicas. A gente gravou a série em novembro de 2015.  A minha locação é toda dentro de um ônibus.

Alguma te impactou mais?
Não posso falar muita coisa. Tem uma sobre dois irmãos de uma família árabe que brigam e são apaixonados pela mesma mulher.

A série é bem diferente de todos os trabalhos que você já fez...
Muito. É um trabalho muito passivo. Eu não tinha nada na história. Eu não interferia. Só comentava e ouvia. Eu acredito que é ficção, mas tem fundo de verdade. Eu acredito que muitas foram verídicas. São histórias meio assombrosas. Mas não sei qual delas é de verdade.

O que pode adiantar do rumo de Misael em A lei do amor?
Quase nada... (risos). A gente está recebendo bem em cima da hora. Das cenas que gravei, ele continua o romance com Flávia. É muito jovem. Tem problema. Tem um emprego moderninho. E isso às vezes prejudica, porque ele é careta. Ele não tem nada a ver comigo.

Com uma extensa carreira, você se tornou mais exigente com as propostas de trabalho?
Sim. Isso é natural. Tem coisas que a pessoa não topa mais fazer. Você vai ficando mais exigente mesmo. Com uma carreira mais avançada, você pode exigir mais. Mas não é sempre que pode não.

Após a novela, qual o próximo trabalho?
Vou fazer um espetáculo com Denise Fraga, chamado A visita da velha senhora. Vamos começar a trabalhar em maio.

Sua vida mudou muito após os 50 anos?
Você fica menos ansioso, mais paciente. Então tudo toma um outro valor para você, uma outra dimensão.

Mais Informações

Postado por Moderador às 09:51. Marcadores , , , , , . Assine Grátis nosso Feed RSS 2.0. e receba notícias em seu e-mail

Por Moderador às 09:51. Marcadores , , , , , . Todos os artigos Possuem Licença Creative Cummons 6.0. Cópias são permitidas somente citando a fonte com Link

0 comentários for "Ator Tuca Andrada ouvirá passageiros de ônibus em série de TV gravada em Santa Luzia"

Leave a reply

Rádio Vitrine Santa Luzia

Clique para Anunciar