Header Ads

  • Últimas

    Real Madrid Vence kashima na prorrogação e conquista Mundial de Clubes


     Neste domingo, o Real Madrid venceu o Kashima Antlers por 4 a 2 e se sagrou campeão do Mundial de Clubes. Apagado em boa parte do jogo, Cristiano Ronaldo apareceu na prorrogação e foi decisivo para o Real. O português se juntou a Pelé como único jogador a fazer um hat-trick em um Mundial e uma final de Liga dos Campeões.

    Os japoneses colocaram muita dificuldade na partida, que consagrou os merengues como maiores campeões da competição na história, ultrapassando o Milan.

     

    O JOGO

    O Real iniciou a contagem aos oito minutos da primeira etapa. Luka Modric, livre, deu chute forte de fora da área e o goleiro espalmou, Benzema pegou o rebote e colocou a bola no fundo das redes, fazendo 1 a 0. A equipe madrilenha encontrava espaços na intermediária do Kashima e ia avançando em busca do segundo gol.

    O restante dos 45 minutos iniciais foi morno e de poucas boas oportunidades. Os anfitriões até tentaram pressionar e chegar ao gol, mas a equipe madrilenha foi mais efetiva e teve mais posse de bola enquanto tentava segurar a vantagem. No entanto, os japoneses deixaram tudo igual aos 44. Doi fez boa jogada pela esquerda e cruzou. Varane afastou mal e Shibasaki chutou cruzado para empatar o jogo.

    E a equipe japonesa virou. Aos sete minutos, Sergio Ramos cortou mal para a entrada da área, Shibasaki dominou e chutou de fora da área, fazendo 2 a 1. Aos 13 minutos, Lucas Vázquez caiu na área após puxão de Shibasaki e o juiz marcou o pênalti. Cristiano Ronaldo foi para a batida e fez 2 a 2.

    A velocidade da segunda etapa aumentou. Se antes o Real Madrid não levava o jogo muito a sério, a postura começou a mudar e a equipe ficou mais ligada e comprometida com a partida. Ronaldo ainda teve um gol anulado por impedimento aos 28. O goleiro do atual campeão japonês Sogahata salvou sua equipe da pressão dos espanhóis.

    Aos oito minutos do primeiro tempo da prorrogação, Benzema recebeu livre, com espaço para girar a passar para Cristiano Ronaldo recolocar o Real na frente. Aos 13, o português fez mais um para sacramentar o título merengue.

    Fonte: Lance

    Nenhum comentário

    Post Top Ad

    ads

    Post Bottom Ad

    Info Drive