Header Ads

  • Últimas

    Polícia Federal prende ex-governador do Rio Sérgio Cabral

    O ex-governador do Rio de Janeiro Sérgio Cabral (PMDB) foi preso nesta quinta-feira (17) pela PF (Polícia Federal) na Operação Calicute, um desdobramento da Lava Jato, que investiga o desvio de recursos públicos federais em obras realizadas pelo governo do Estado. A apuração inicial estima um prejuízo de mais de R$ 220 milhões.

    A prisão de Cabral é fruto de um dez mandados de prisão (oito preventivos e dois temporários) expedidos pelo juiz Marcelo Bretas, da 7ª Vara Federal do Rio de Janeiro. O magistrado também determinou 38 buscas e apreensões e 14 conduções coercitivas.

    Ao mesmo tempo, os 230 policiais federais envolvidos na ação também cumprem 14 mandados de busca e apreensão, dois mandados de prisão preventiva e um de prisão temporária expedidos pelo juiz Sérgio Moro, da 13ª Vara Federal de Curitiba (PR).

    A polícia foi até a casa do ex-governador por volta das 6h, no Leblon, zona sul do Rio de Janeiro. O peemedebista é suspeito de receber propina em troca da concessão de obras públicas, como a reforma do Maracanã e a construção do Arco Metropolitano por exemplo.

    A polícia também cumpriu mandados de prisão preventiva contra o ex-secretário de governo de Cabral, Wilson Carlos, e contra o ex-secretário de obras, Hudson Braga. A ex-primeia-dama do Estado Adriana Anselmo também deve ser conduzida coercitivamente até a sede da PF.


    A PF informou que são investigados os crimes de organização criminosa, corrupção passiva, corrupção ativa, lavagem de dinheiro, entre outros. Também participam das diligências dezenove procuradores do MPF (Ministério Público Federal) e cinco auditores fiscais da Receita Federal.

    A operação recebeu o nome de Calicute em referência à região da Índia onde Pedro Álvarez Cabral teve uma de suas maiores tormentas.

    Nenhum comentário

    Sejam Bem vindos ao Vitrine! Todos os comentários são de inteira responsabilidade de seu autor. Não aceitaremos mais comentários anônimos. Caso queira dar sua opinião tenha uma conta no Google.

    Rádio Vitrine Santa Luzia

    Rádio Vitrine Santa Luzia

    Post Bottom Ad

    Política no Vitrine