Header Ads

  • Últimas

    Hospital de Santa Luzia terá serviço de urgência e um CTI


    Em meio à crise enfrentada por unidades de saúde em todo o país, com a interrupção de serviços e paralisações de médicos, o Hospital Municipal de Santa Luzia, na Grande BH, anuncia uma série de investimentos. Em três meses, o número de leitos deve dobrar e um pronto atendimento para os casos de urgência e emergência, ser implantado.

    Inaugurado há cerca de um ano, o hospital fica no Centro da cidade e funciona como espécie de retaguarda da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do bairro São Benedito. Hoje, a instituição oferece apenas atendimento para internações e cirurgias eletivas. O projeto de expansão prevê, ainda em 2017, a criação do primeiro Centro de Tratamento e Terapia Intensiva (CTI) do município e assistência própria a pacientes submetidos a hemodiálise.


    Deslocamento

    Na cidade, 150 moradores com quadro de insuficiência renal crônica fazem tratamento de hemodiálise em unidades de saúde de BH. “O paciente sofre muito com a viagem. Fica lá o dia todo”, diz a prefeita Roseli Pimentel.

    A chefe do Executivo, reeleita no último pleito, faz questão de destacar que o Hospital Municipal será administrado por uma Organização Social de Saúde (OSS). A terceirização por meio de uma empresa sem fins lucrativos, diz ela, visa otimizar o trabalho e capacitar profissionais.

    “É uma forma de desburocratizar a saúde. Os medicamentos, por exemplo, em que às vezes se demora quatro, cinco meses para licitar, poderão ser adquiridos de imediato por ela (OSS), que ainda trabalha com a questão do controle da qualidade”.

    Atualmente, a unidade tem 45 leitos, suporte às internações da UPA São Benedito e para pacientes submetidos a cirurgias eletivas. Com a expectativa de se chegar a 90 vagas, pessoas que hoje são direcionadas para a Central de Leitos, em BH, também serão atendidas no município.


    Outra demanda que passa a ser absorvida é a dos exames de tomografia. Antes agendado em laboratórios da capital, o serviço estará disponível 24 horas por dia no hospital. Segundo Roseli Pimentel, as melhorias integram um pacote de investimentos de R$ 111 milhões previsto para o ano que vem.

    Diretor do hospital, Gustavo Aquino destaca dentre os novos serviços oferecidos o de pediatria. “Vamos manter a mesma qualidade existente na UPA. Lá (São Benedito), a pediatria é referência. São 200 atendimentos por dia”, frisa o gestor, que também está à frente da UPA.

    Fonte: Hoje em Dia

    Nenhum comentário

    Post Top Ad

    ads

    Post Bottom Ad

    Info Drive