Header Ads

  • Últimas

    Homem revela ter sido estuprado por mulher na praia grande

    O rapaz disse que foi abordado por uma mulher assim que desceu do ônibus, à noite e em seguida foi obrigado a transar com ela.

    Um jovem de 21 anos procurou a polícia em Praia Grande, litoral de São Paulo, para registrar um Boletim de Ocorrência, onde alegou ter sido estuprado por uma mulher. O rapaz contou à polícia que a mulher teve relação sexual com ele, à força, alegando que o motivo era porque tinha terminado o namoro. A Polícia Civil informou que o #Estupro teria acontecido na última terça-feira, dia 1º de novembro, durante à noite no bairro Vila Tupi. O rapaz estava voltando da faculdade e quando desceu do ônibus logo já foi abordado pela estupradora.

    A mulher parou o rapaz ali mesmo na rua e já o obrigou a fazer #sexo com ela, mesmo ele tendo negado. A mulher dizia o tempo todo que ela precisava "transar com alguém" porque tinha terminado o namorado. Alexandre Comin, delegado responsável pelo caso, já deu início às investigações.

    De acordo com a versão dada pelo jovem, a mulher estava um pouco alcoolizada e o obrigou a ir até uma casa, onde ela supostamente mora, só que no caminho já levou ele para atrás de um carro que estava parado e tirou toda a roupa. Ali mesmo eles tiveram relação sexual.


    Quando questionado por que ele não teria reagido, gritado ou saído correndo, o jovem explicou que a mulher disse que se ele não transasse naquele momento, ela começaria a gritar, chamaria a polícia e diria que ele é quem estava tentando estuprá-la. Com medo de que ela realmente cumprisse o que estava dizendo e acabar sendo preso por estupro, acabou aceitando ter relações sexuais com a desconhecida.

    Após ser estuprado, o jovem disse que foi para casa e contou o que tinha acontecido à sua mãe. Assim que o dia amanheceu, eles foram à delegacia registrar o boletim de ocorrência. O rapaz foi encaminhado ao Hospital Irmã Dulce onde recebeu um "coquetel" de medicamentos anti-retrovirais, já que durante o ato sexual a camisinha acabou estourando e ele pode ter contraído alguma doença sexualmente transmissível.

    Até 2009, o termo "estupro" só era usado quando se tratava de violência sexual contra as mulheres, mas com a lei 12.015, de 7 de agosto do mesmo ano, o "estupro" passou a ser utilizado para violência sexual contra ambos os sexos. #Casos de polícia

    Nenhum comentário

    Sejam Bem vindos ao Vitrine! Todos os comentários são de inteira responsabilidade de seu autor. Não aceitaremos mais comentários anônimos. Caso queira dar sua opinião tenha uma conta no Google.

    Rádio Vitrine Santa Luzia

    Rádio Vitrine Santa Luzia

    Post Bottom Ad

    Política no Vitrine