Header Ads

  • Últimas

    Em ação inédita, VLI, Prefeitura e GEEC inauguram Vagão Literário em Divinópolis

    Projeto de reocupação do espaço público, parceria revitalizou praça e vagão antigo e os transformou em espaço cultural ao ar livre

    Essa é uma daquelas histórias que comprovam a eficiência da união entre governo, iniciativa privada e terceiro setor em prol de uma sociedade com mais acesso à educação e lazer. Uma praça na cidade de Divinópolis, no centro-oeste de Minas Gerais, que antes era frequentada por usuários de drogas, foi totalmente revitalizada e está prestes a se tornar um local dedicado à leitura e à difusão do conhecimento. Isso será possível graças ao Vagão Literário, projeto que reformou um vagão de trem já inutilizado e o instalou em plena praça pública para agora servir de espaço cultural com acesso livre à população.

    O projeto é realizado em parceria entre a VLI, empresa que administra a Ferrovia Centro-Atlântica (FCA), em Divinópolis, a Prefeitura da cidade e a Organização Não Governamental GEEC (Grupo de Educação, Ética e Cidadania), que desenvolve programas sociais na região.

    O vagão, de 2,57m de largura, 3,27m de altura e 12,02m de comprimento, que antes era usado para transporte de açúcar, foi totalmente reformulado pela empresa. Recebeu nova pintura, iluminação e saídas de ar, bancadas para leitura, entre outras adaptações. Após este processo, foi doado à ONG, que, junto à prefeitura, mobiliou o espaço e agora serão responsáveis pela manutenção e administração do Vagão Literário.

    A inauguração oficial do novo espaço será na sexta-feira (11/11), às 9h, e aberta à população. A ideia do Vagão Literário, porém, não se limita apenas ao empréstimo de livros. Será, também, um lugar para a leitura com bancos e mesas, servindo de extensão do Centro Cultural do Livro de Divinópolis. O Vagão, assim como a praça Candidés, que fica no centro da cidade, também será local para desenvolvimento de outros projetos já realizados em parceria entre Secretaria de Cultura e GEEC, como contação de histórias, oficinas de grafite e o programa “Livro, Leve e Solto”, de compartilhamento de livros.

    Na opinião do prefeito de Divinópolis, Vladimir Azevedo, a ferrovia reforça novamente a presença na cidade com a chegada do Vagão Literário. “A ferrovia nos trouxe um ponto de desenvolvimento para a cidade e agora um ponto de cultura. Esse vagão é um posto avançado da biblioteca e é uma nova fase de ocupação da Praça Candidés. É um novo presente para a cidade comemorando os 100 anos da ferrovia na cidade”, afirmou o prefeito de Divinópolis.

    Para o gerente de manutenção de vagões da VLI em Divinópolis, Leonardo Lopes, responsável pela reforma do vagão, é gratificante poder ser parte de um projeto que significa a reocupação do espaço público. “Poder contribuir de uma maneira diferente da que estamos acostumados a fazer é uma sensação especial. Esperamos que através deste vagão muitas histórias, cultura, conhecimento cheguem mais facilmente às pessoas. É muito gratificante poder contribuir para mudar para melhor a realidade de uma cidade, de uma comunidade”, diz.

    “Com o vagão literário, levaremos a literatura e todos os projetos sociais e culturais do GEEC para mais próximo da população. Especialmente na inauguração, lançaremos e distribuiremos gratuitamente a população o nosso novo livro infantil: ‘A Bruxinha colorida e os 7 Gigantes’, de autoria de Elizabeth Tavares, da cidade vizinha de Oliveira”, afirma o presidente do GEEC, Jomar Teodoro Gontijo.

    O Vagão Literário funcionará de segunda a sexta das 8h às 18h.

    Praça Candidés


    A retomada da praça e sua entrega à população têm sabor especial. Isso porque o local é um dos pontos históricos da cidade. Localizada às margens do rio Itapecerica, é um dos marcos iniciais do município e recebe o nome da tribo Candidés, dos índios da Nação Caipó, que habitavam Divinópolis à época. Agora, a praça Candidés ganhou policiamento e foi totalmente revitalizada pela Prefeitura.

    Sobre a VLI

    A VLI tem o compromisso de apoiar a transformação da logística no País, por meio da integração de serviços em portos, ferrovias e terminais. A empresa engloba as ferrovias Norte Sul (FNS) e Centro-Atlântica (FCA), além de terminais intermodais, que unem o carregamento e o descarregamento de produtos ao transporte ferroviário, e terminais portuários situados em eixos estratégicos da costa brasileira, tais como em Santos (SP), São Luís (MA) e Vitória (ES). Eleita a melhor empresa de infraestrutura do país pelo anuário Épocas Negócios 360º e escolhida como uma das 150 melhores empresas para se trabalhar pela revista Você S/A, a VLI transporta as riquezas do Brasil por rotas que passam pelas regiões Norte, Nordeste, Sudeste e Centro-Oeste.

    Nenhum comentário

    Sejam Bem vindos ao Vitrine! Todos os comentários são de inteira responsabilidade de seu autor. Não aceitaremos mais comentários anônimos. Caso queira dar sua opinião tenha uma conta no Google.

    Rádio Vitrine Santa Luzia

    Rádio Vitrine Santa Luzia

    Post Bottom Ad

    Política no Vitrine