Header Ads

  • Últimas

    Defensoria Pública de Minas Gerais vai promover Casamento Comunitário em Santa Luzia

    A Defensoria Pública do Estado de Minas Gerais (DPMG) vai promover, no dia 30 de novembro, um Casamento Comunitário que celebrará gratuitamente a união civil de 28 casais residentes em Santa Luzia, no Distrito de São Benedito, e que não têm condições de arcar com as taxas devidas aos cartórios de registro civil. A cerimônia será realizada no Mega Space, às 10 horas.


    O projeto Casamento Comunitário é uma das ações de alcance social que a DPMG tem realizado e que busca tornar possível ao cidadão, principalmente ao menos favorecido, o pleno exercício da cidadania. A defensora pública, Bruna Helena Neves Oliveira, em atuação na comarca, explica que “o Casamento Comunitário visa a promover a regularização jurídica de casais que ainda não têm a união oficializada, legitimando a sua vida conjugal, promovendo a inclusão social e resgatando, entre outros, a autoestima e seu valor junto à sua comunidade, principalmente cristã, para qual a regularização do casamento é fundamental e até indispensável para prática de determinados atos na respectiva Igreja”.

    Segundo a defensora pública, o Casamento Comunitário tem cunho eminentemente social e busca o fortalecimento dos núcleos familiares e dos vínculos afetivos. “É incontroversa a importância da família em todas relações do indivíduo, de modo que sua estruturação, por meio do casamento, certamente impactará positivamente o casal, seja pelos importantes efeitos psicológicos que causa, seja pelos efeitos sociais, que acabam por refletir na manutenção da prole, criação e educação dos filhos, sem contar os direitos que advêm da formalização da união”.

    O cadastramento para o casamento foi realizado na Defensoria Pública, durante os meses de agosto e setembro. Foram disponibilizadas 50 vagas.

    Apoio

    Vários colaboradores e parceiros tornaram possível a realização do projeto do Casamento Comunitário, entre eles, o Cartório Brito, que disponibilizou 50 vagas para realização do casamento sem cobrar taxas; a direção do espaço Mega Space, que cedeu o local para celebração da cerimônia; a Associação dos Defensores Públicos de Minas Gerais (Adep-MG); Brigada de Incêndio de Santa Luzia; Polícia Militar de Minas Gerais; equipe do vereador Sandro Coelho; Supermercado Decisão; Salão Eliane e Michele Melo, que presentearam três noivas com arrumação de cabelo e maquiagem gratuitos; Granfinos Doces e  Cristy Doce, que doaram bem casados e bolo; Lucas Balzark Fotógrafo, Floricultura Saramenha, e El Shaday, que fez o empréstimo de vestido de noiva e terno.

    Nenhum comentário

    Sejam Bem vindos ao Vitrine! Todos os comentários são de inteira responsabilidade de seu autor. Não aceitaremos mais comentários anônimos. Caso queira dar sua opinião tenha uma conta no Google.

    Rádio Vitrine Santa Luzia

    Rádio Vitrine Santa Luzia

    Post Bottom Ad

    Política no Vitrine