Headlines
Título do Artigo:
Escrito por Moderador

Defensoria Pública de Minas Gerais vai promover Casamento Comunitário em Santa Luzia

A Defensoria Pública do Estado de Minas Gerais (DPMG) vai promover, no dia 30 de novembro, um Casamento Comunitário que celebrará gratuitamente a união civil de 28 casais residentes em Santa Luzia, no Distrito de São Benedito, e que não têm condições de arcar com as taxas devidas aos cartórios de registro civil. A cerimônia será realizada no Mega Space, às 10 horas.


O projeto Casamento Comunitário é uma das ações de alcance social que a DPMG tem realizado e que busca tornar possível ao cidadão, principalmente ao menos favorecido, o pleno exercício da cidadania. A defensora pública, Bruna Helena Neves Oliveira, em atuação na comarca, explica que “o Casamento Comunitário visa a promover a regularização jurídica de casais que ainda não têm a união oficializada, legitimando a sua vida conjugal, promovendo a inclusão social e resgatando, entre outros, a autoestima e seu valor junto à sua comunidade, principalmente cristã, para qual a regularização do casamento é fundamental e até indispensável para prática de determinados atos na respectiva Igreja”.

Segundo a defensora pública, o Casamento Comunitário tem cunho eminentemente social e busca o fortalecimento dos núcleos familiares e dos vínculos afetivos. “É incontroversa a importância da família em todas relações do indivíduo, de modo que sua estruturação, por meio do casamento, certamente impactará positivamente o casal, seja pelos importantes efeitos psicológicos que causa, seja pelos efeitos sociais, que acabam por refletir na manutenção da prole, criação e educação dos filhos, sem contar os direitos que advêm da formalização da união”.

O cadastramento para o casamento foi realizado na Defensoria Pública, durante os meses de agosto e setembro. Foram disponibilizadas 50 vagas.

Apoio

Vários colaboradores e parceiros tornaram possível a realização do projeto do Casamento Comunitário, entre eles, o Cartório Brito, que disponibilizou 50 vagas para realização do casamento sem cobrar taxas; a direção do espaço Mega Space, que cedeu o local para celebração da cerimônia; a Associação dos Defensores Públicos de Minas Gerais (Adep-MG); Brigada de Incêndio de Santa Luzia; Polícia Militar de Minas Gerais; equipe do vereador Sandro Coelho; Supermercado Decisão; Salão Eliane e Michele Melo, que presentearam três noivas com arrumação de cabelo e maquiagem gratuitos; Granfinos Doces e  Cristy Doce, que doaram bem casados e bolo; Lucas Balzark Fotógrafo, Floricultura Saramenha, e El Shaday, que fez o empréstimo de vestido de noiva e terno.

Mais Informações

Postado por Moderador às 09:57. Marcadores , , , , , . Assine Grátis nosso Feed RSS 2.0. e receba notícias em seu e-mail

Por Moderador às 09:57. Marcadores , , , , , . Todos os artigos Possuem Licença Creative Cummons 6.0. Cópias são permitidas somente citando a fonte com Link

0 comentários for "Defensoria Pública de Minas Gerais vai promover Casamento Comunitário em Santa Luzia"

Leave a reply

"

INFO DRIVE

Rádio Vitrine Santa Luzia

Publicidade