Header Ads

  • Últimas

    Prefeitura contrata empresa de coleta de lixo e deixa 80 motoristas desempregados

    Santa Luzia tem uma nova empresa para coleta de lixo. A mudança ocorreu após o escândalo denunciado pela Polícia Civil que terminou com a prisão de dirigentes da Cooptral, além da abertura de investigação contra dez vereadores e funcionários do primeiro escalão da prefeitura da cidade.


    Todos são suspeitos de envolvimento no esquema que teria desviado mais de R$ 33 milhões. Com a mudança, cerca de 80 funcionários da antiga cooperativa tiveram seus contratos rescindidos. Eles se reuniram na porta da Prefeitura nesta terça-feira para reclamar da maneira que foram dispensados.

    "Fomos desligados, pagamos prestação do caminhão e estamos sem saber de nada, porque ninguém falou nada. Simplesmente hoje nós fomos pegar serviço de manhã e falaram que a gente não iria pegar mais serviço”, disse um trabalhador.  "O boleto do meu caminhão vai vencer dia 6 agora e estou em tempo de ficar doido”, acrescentou.

    A prefeita de Santa Luzia, Roseli Pimentel (PSB), explica que cancelou o contrato para que não haja mais suspeitas sobre o serviço. De acordo com ela, a nova empresa presta serviços para mais de 40 cidades de Minas. “Nós vamos pagar por hora de serviço prestado. Não como acontecia antes com a Coopatral, que recebia por diária fechada”, esclareceu Roseli, que disse não poder indicar a contratação dos antigos motoristas para a nova empresa.“Não posso fazer isso, já expliquei para eles. Eu feriria o princípio da impessoalidade”, disse.


    Nenhum comentário

    Sejam Bem vindos ao Vitrine! Todos os comentários são de inteira responsabilidade de seu autor. Não aceitaremos mais comentários anônimos. Caso queira dar sua opinião tenha uma conta no Google.

    Rádio Vitrine Santa Luzia

    Rádio Vitrine Santa Luzia

    Post Bottom Ad

    Política no Vitrine