Header Ads

  • Últimas

    Porque o Hospital São João de Deus permanece fechado?

    Uma das questões mais comuns nos grupos politicos das redes sociais da Cidade é a situação do Hospital São joão de Deus: Porque ele permanece fechado? 



    Vivemos um caos em termos de saúde tanto em Santa Luzia como na Região Metropolitana e em Belo Horizonte, onde Hospitais de Ponta como Risoleta neves, João XXIII e Hospital da Baleia passam por momentos de crise. Para se ter uma idéia, O Risoleta comunicou que vai desativar a pediatria da unidade, O João XXIII cortou a alimentação de pacientes e o Hospital da Baleia fechou várias alas.

    Santa Luzia sofre com o atendimento precário na saúde. O pronto atendimento não consegue atender a demanda e os pacientes que são encaminhados ao Hospital "Base" da prefeitura reclamam da falta de estrutura.

    A novela São João de Deus se estende desde que o Ex Prefeito Carlos Calixto assumiu a Prefeitura. O hospital já vinha mal das pernas desde 2010, durante a gestão Gilberto e a situação ficou insustentável no fim de seu mandato e início da gestão Calixto, quando o ex prefeito identificou irregularidades nos contratos da prefeitura com o Hospital e rompeu com a unidade. Deste momento em diante a "irmandade" passou a dedicar todo o seu tempo e esforço para desqualificar os gestores da saúde pregando sempre que era vítima da tirania do Ex prefeito.

    Em 2014 o MP (Ministério Público) entrou no caso e intermediou uma negociação entre a prefeitura e a "irmandade". Nada foi acertado! Segundo informações repassadas na época, a Irmandade queria que a Prefeitura pagasse as contas contraídas pela diretoria eque injetasse bem mais dinheiro no acordo firmado entre as partes. O Ex Prefeito não aceitou! A partir dai a novela se estendeu por mais um ano e meio até que ambas as partes romperam um contrato que só causou prejuízo aos cofres públicos. A Suplente de deputado (que atuava como deputada) Cristina Corrêa do PT, tentou intermediar um acordo entre o estado e a Irmandade, mas novamente a Diretoria não aceitou os termos, pois queriam que as dívidas fossem Sanadas e custeadas pelo estado. Deste momento em diante o Hospital não abriu mais as portas e nas redes sociais vários cabos eleitorais da oposição se embasaram neste fato para atacar a gestão pública.

    ENTENDA O CASO:
    O Hospital São João de Deus é uma Entidade filantrópica administrada por uma Irmandade (grupo de pessoas nomeadas pela diretoria para gerir a unidade). O hospital contraiu uma dívida na ordem de 19 milhões de reais (Dívidas trabalhistas e com fornecedres). Devido a dificuldade em administrar a dívida, seus gestores não aceitam uma Gestão compartilhada
    (PREFEITURA/HOSPITAL - HOSPITAL/ESTADO). POR ESTE MOTIVO O HOSPITAL PERMANECE FECHADO E NÃO HÁ PREVISÃO DE SUA REABERTURA.
    Se a prefeitura de Santa Luzia assumisse a unidade ela não se responsabilizaria pela dívida que foi contraída pela irmandade em contratos com servidores e credores. Porém a irmandade não aceita esta condição. Quer que a prefeitura assuma uma conta que não é da população da cidade, mas da diretoria. A mesma situação foi oferecida pelo estado e recusada pela Irmandade. 

    Desta forma o Hospital São joão de Deus permanece fechado devido a incapacidade de seus gestores em gerir a unidade e torna-la filantrópica, assim como idealizou o seu criador.

    Nenhum comentário

    Sejam Bem vindos ao Vitrine! Todos os comentários são de inteira responsabilidade de seu autor. Não aceitaremos mais comentários anônimos. Caso queira dar sua opinião tenha uma conta no Google.

    Rádio Vitrine Santa Luzia

    Rádio Vitrine Santa Luzia

    Post Bottom Ad

    Política no Vitrine