Header Ads

  • Últimas

    Polícia procura Homicida foragido que arrancou coração de menina de 10 anos estuprada em Buenópolis

    Criança de 10 anos foi morta por vizinho; ela estava desaparecida desde o dia 1º de junho; criminoso tem tatuagem no peito do lado esquerdo e uma outra no braço direito, segundo Polícia Civil



    A Polícia Civil de Minas Gerais procura por Jairo Lopes, 42, suspeito de ter estuprado e matado a vizinha de 10 anos, em Buenópolis, na região Central de Minas. O homem está foragido.

    Lopes já era procurado pela Justiça por homicídio, um outro estupro e roubo. Ele usava nome falso e estava morando na cidade há cerca de dois meses. O suspeito tem uma tatuagem no peito do lado esquerdo e uma outra no braço direito. Quem tiver informações sobre o paradeiro dele, pode entrar em contato com a polícia pelos telefones 181 e 197. Não é preciso se identificar.

    Segundo a assessoria da Polícia Civil, as investigações sobre o caso estão em curso. O corpo da menina foi encontrado na zona rural da cidade, próximo à Fazenda Bom Jardim e estava com sinais de violência física e sexual. Ela estava desaparecida desde a manhã da última quarta-feira (1º) e havia sido vista pela última vez quando estava a caminho da escola.

    De acordo com a perícia, havia uma perfuração no estômago e o coração da criança não foi encontrado. O corpo passou por exames, na noite desta quinta-feira, e foi coletado material genético que será analisado pelo Instituto de Criminalística, em Belo Horizonte. O laudo oficial com a causa da morte está previsto para ficar pronto em 30 dias.

    Ainda, conforme a Polícia Civil, o corpo será enterrado sem velório.

    Relembre

    A criança sumiu após sair de casa sozinha para ir à escola na manhã dessa quarta-feira (1º). O pai da menina contou à polícia que a filha tinha que voltar para casa às 14h.

    Como a criança não apareceu, ele foi até a escola, onde foi informado que a vítima não havia aparecido na instituição. Em seguida, o homem foi atrás do motorista do escolar que levava a pequena para estudar. Ele contou que passou no ponto em que costumava pegar a estudante, mas ela não estava. Após o registro da ocorrência, policiais civis e militares começaram a fazer buscas na cidade.

    Fonte: O Tempo

    Nenhum comentário

    Sejam Bem vindos ao Vitrine! Todos os comentários são de inteira responsabilidade de seu autor. Não aceitaremos mais comentários anônimos. Caso queira dar sua opinião tenha uma conta no Google.

    Rádio Vitrine Santa Luzia

    Rádio Vitrine Santa Luzia

    Post Bottom Ad

    Política no Vitrine