Header Ads

  • Últimas

    Mãe em morte cerebral há mais de três meses dá a luz a um bebê

    O parto aconteceu esta tarde no Centro Hospitalar de Lisboa Central e o bebé está bem de saúde.



    Uma mulher em estado de morte cerebral há mais de três meses deu à luz um bebé, do sexo masculino, através de uma “cesariana programada eletiva” realizada esta tarde pelos profissionais de obstetrícia do Centro Hospitalar de Lisboa Central (CHLC).


    As equipes médicas que acompanharam o caso garantem “trata-se do período mais longo alguma vez registado em Portugal – 15 semanas – de sobrevivência de um feto em que a mãe está em morte cerebral”, pode ler-se no comunicado a que o Notícias ao Minuto teve acesso.

    A mãe da criança, de 37 anos, está em morte cerebral desde o dia 20 de fevereiro, pelas 23h43, na sequência de uma hemorragia intracerebral. Assim, e perante a gravidez em causa, a mulher “foi avaliada pela Especialidade de Obstetrícia, que considerou que o feto se encontrava em aparente condição de saúde”.

    “Após parecer da Comissão de Ética e Direcção Clínica do CHLC e numa decisão concertada com a família de S. - nome dado à pessoa em causa - e família paterna da criança, foi acordada a manutenção da gravidez até às 32 semanas, por forma a garantir a viabilidade do feto”, explica a mesma nota.

    O bebé encontra-se bem de saúde, nasceu com 2,350 quilogramas e “sem complicações durante e após o acto cirúrgico”.

    Nenhum comentário

    Post Top Ad

    ads

    Post Bottom Ad

    Info Drive