Headlines
Título do Artigo:
Escrito por Moderador

Onda de violência toma conta das escolas de Santa Luzia

Uma mulher de 28 anos foi presa na manhã desta quarta-feira (13) em Santa Luzia, na região metropolitana de Belo Horizonte, após agredir com socos uma professora do filho. A agressão aconteceu, segundo a versão da suspeita, porque a educadora “torceu” o braço da criança.



De acordo com o soldado Michel Filipe, do 35º Batalhão da Polícia Militar, o caso aconteceu na Escola Municipal Maria das Graças, no bairro São Benedito. “Recebemos a informação via 190 que os pais chegaram para conversar depois que, segundo a mãe, a professora torceu o braço do menino durante a aula dessa terça-feira. Porém, quando a vítima se aproximou, o casal se exaltou e a mãe começou com uma sequência de socos. O pai também tentou participar das agressões, mas foi contido por funcionários da escola”, explicou o militar.

Ainda conforme o soldado, durante a confusão, os outros professores ficaram revoltados com a situação. Em conversa com os militares, a educadora negou as agressões. “Ela disse que o aluno, um menino de aparentemente 7 anos, estava muito agitado e apenas tentou acalmá-lo. A professora afirmou que em momento nenhum a criança foi agredida”, disse Filipe.

Com a chegada da viatura, a agressora se acalmou. Ela e o pai do estudante foram encaminhados à delegacia da cidade. A professora recebeu atendimento na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do bairro São Benedito com ferimentos leves.

Procurada pela reportagem  a assessoria de imprensa da Prefeitura de Santa Luzia, responsável pela escola, afirmou o caso é acompanhado pela secretária de Educação do município, Núbia Marques. Após tomar conhecimento do ocorrido, a prefeitura acionou o Conselho Tutelar e pretende levar o caso ao Ministério Público.

Ainda conforme a assessoria, os pais da criança, que já chegaram ao local nervosos, não acompanham a vida escolar do aluno.

Uma ocorrência foi registra pela Polícia Militar (PM) e encaminhada para a Delegacia de Plantão de Santa Luzia.

Em seguida, o caso foi passado para a 2ª Delegacia de Polícia Civil da cidade para que já abriu um procedimento apuratório para averiguar as condutas das jovens. Posteriormente, ambas serão chamadas para prestar esclarecimentos.

Outros casos

Esse foi o quarto caso de briga dentro de escoladas do município em apenas três dias. O primeiro registro ocorreu nessa terça-feira (12), quando uma adolescente de 15 anos ficou ferida após ser esfaqueada três vezes por uma colega na Escola Municipal Dona Quita, no bairro Bom Jesus, na mesma cidade. RELEIA O ARTIGO AQUI

A motivação do crime, segundo outros alunos informaram à polícia, foi a disputa por um namorado. Após o crime, a agressora fugiu.

Já na manhã desta quarta-feira, militares da 69ª Companhia da Polícia Militar (PM) foram acionados para registrar uma ocorrência na Escola Estadual Lafaiete Gonçalves, no bairro Palmital.

No local, um professor de história foi atingido por um soco enquanto tentava separar uma briga entre alunos.

Na Escola Estadual Raul Teixeira da Costa, no bairro Cristina, uma professora também foi atingida ao tentar separar uma briga.

Essas duas últimas ocorrências foram encaminhadas para Delegacia de Plantão da Polícia Civil no fim da manhã de hoje.

Fonte: O tempo

Mais Informações

Postado por Moderador às 19:28. Marcadores , , , , , , . Assine Grátis nosso Feed RSS 2.0. e receba notícias em seu e-mail

Por Moderador às 19:28. Marcadores , , , , , , . Todos os artigos Possuem Licença Creative Cummons 6.0. Cópias são permitidas somente citando a fonte com Link

0 comentários for "Onda de violência toma conta das escolas de Santa Luzia"

Leave a reply

INFO DRIVE

Rádio Vitrine Santa Luzia