Header Ads

  • Últimas

    Polícia Civil conclui inquérito sobre homem preso em Inhapim que tentou matar a amante na Grande BH


    Polícia Civil conclui inquérito sobre homem preso em Inhapim que tentou matar a amante na Grande BH. A Polícia Civil de Santa Luzia, na Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH), concluiu e enviou à Justiça o inquérito policial que investigava um homem acusado de tentar matar a facada a amante. O crime ocorreu em 27 de dezembro do ano passado, no bairro São Benedito, em Santa Luzia. A delegada Bianca Prado, titular da Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (DEAM) de Santa Luzia, indiciou Alex Stuart Quintanilha Dias, de 42 anos, pelo crime de tentativa de homicídio contra Ludimila Diniz Guido, de 30 anos. À época do crime, a vítima foi surpreendida dentro da própria casa e levou uma facada no abdômen e teve o intestino perfurado.



    O indiciado Alex está preso preventivamente na presídio de Inhapim e deve ser transferido para uma penitenciária da Grande BH. Ele estava foragido desde o dia do crime e foi capturado nesta segunda-feira (29/02), após trocas de informações entre a Polícia Civil de Santa Luzia e de Inhapim. Contra ele havia um mandado de prisão expedido pela Comarca de Santa Luzia. A prisão do investigado Alex contou com a participação dos investigadores Dilerman Freitas e Amarildo Amaral e do inspetor da Polícia Civil de Inhapim, Enoque Ribeiro. Ele foi detido próximo a uma escola, na Rua Áurea Maria Chaves, no bairro das Flores, em Inhapim.

    Após a prisão do investigado, a delegada Bianca Prado se deslocou em dilegência até Inhapim para colher o depoimento de Alex. Segundo a delegada responsável pelas investigações, ele confessou a autoria do crime e confirmou a versão que a Polícia Civil já suspeitava e as provas que tinham no inquérito. “Realmente foi por conta de um relacionamento extraconjugal que ele tinha com a vítima. De acordo com Alex, ele já vinha tentando terminar com a vítima há alguns meses e ela não aceitava. Depois que a esposa dele soube do caso, ele ficou ainda mais transtornado. Alegou que perdeu a cabeça no dia, fez uso de bebida alcoólica e de drogas ilícitas, e acabou indo atrás da vítima e cometendo o crime”, relatou a delegada.

    Conforme a Polícia Civil, Alex e a vítima tiveram um relacionamento amoroso que durou cerca de dois anos e meio. De acordo com a delegada, a versão da vítima não condiz com o depoimento do acusado, quando ele alega que ela não aceitaria o fim do relacionamento entre eles. “O fato de que ela estaria o importunando, não temos esta situação, é a versão dele. O desenrolar dos fatos dos dois está bem idêntico, dos três, eu diria, inclusive, da esposa, que a gente ouviu hoje. A esposa tinha procurado a vítima no dia e avisado ao marido que havia procurado a amante e tentado conversar, mas ela [vítima] a ignorou e não quis conversar. Depois disso, o marido não compareceu em casa, pois, estava bebendo em um bar, e de lá, ele confirma que foi até a residência da amante onde executou o crime”, disse.

    Desde o dia do crime, a Polícia Civil não tinha informações de onde Alex poderia estar foragido. A Polícia Civil tentou monitorar e a suspeita era a de que ele teria ido primeiro para a cidade de Vespasiano, onde tem parentes, mas não estava lá. Depois, a Polícia Civil teve notícia de que ele poderia estar em João Monlevade e há aproximadamente uma semana, foi descoberto que Alex tinha parentes em Inhapim. “Conseguimos confirmar com a polícia local que realmente ele estava aqui na região e a Polícia Civil de Inhapim nos ajudou na prisão dele”, completou. No dia do fato, a arma branca usada no crime não foi encontrada. O autor afirmou que dispensou a faca de cozinha, porém, não soube precisar o local.

    Nenhum comentário

    Sejam Bem vindos ao Vitrine! Todos os comentários são de inteira responsabilidade de seu autor. Não aceitaremos mais comentários anônimos. Caso queira dar sua opinião tenha uma conta no Google.

    Rádio Vitrine Santa Luzia

    Rádio Vitrine Santa Luzia

    Post Bottom Ad

    Política no Vitrine