Header Ads

  • Últimas

    Japonês da Federal é condenado por corrupção passiva

    O ministro Félix Fischer, do Superior Tribunal de Justiça (STJ), manteve a condenação de três policiais federais por corrupção passiva na Operação Sucuri, que investigou a atuação dos agentes em esquema de facilitação de contrabando em Foz do Iguaçu. O julgamento do recurso especial ocorreu nesta segunda-feira.



    Entre os condenados está Newton Ishii, que, durante a Operação Lava Jato, ficou conhecido como o “Japonês da Federal”, por estar presente, escoltando os presos em praticamente todas as fases da Operação.

    Newton Ishii foi preso em março de 2003 durante a Operação Sucuri.Ele, outros 22 agentes da Polícia Federal, sete auditores da Receita Federal e três Policiais Rodoviários Federais montaram uma falsa blitz para liberar carregamentos de produtos contrabandeados na fronteira do Paraná com o Paraguai.

    Condenado em primeira instância em 2009, Ishii manteve-se no cargo enquanto seu recurso não era julgado.

    O japonês chegou a ser afastado dos serviços pela própria Polícia Federal, sem prejuízo em seus vencimentos, mas o Tribunal de Contas da União determinou seu retorno ao trabalho.

    Nenhum comentário

    Sejam Bem vindos ao Vitrine! Todos os comentários são de inteira responsabilidade de seu autor. Não aceitaremos mais comentários anônimos. Caso queira dar sua opinião tenha uma conta no Google.

    Rádio Vitrine Santa Luzia

    Rádio Vitrine Santa Luzia

    Post Bottom Ad

    Política no Vitrine