Header Ads

  • Últimas

    Petrobras anuncia NOVO reajuste no preço do gás de cozinha

    O aumento no preço cobrado pelas refinarias vai variar entre 2,5% e 5%, dependendo do ponto de entrega



    A Petrobras comunicou ao mercado, nesta quinta-feira (3), novo reajuste no preço do GLP (gás liquefeito de petróleo, o gás de cozinha) vendido em botijões maiores de 13 quilos e a granel.

    De acordo com o Sindigás (Sindicato das Empresas Distribuidoras de GLP), o aumento no preço cobrado pelas refinarias vai variar entre 2,5% e 5%, dependendo do ponto de entrega do produto.

    O repasse ao preço final, porém, é livre e depende das estratégias de distribuidoras e revendedores. "Portanto, o Sindigás orienta o consumidor a pesquisar o preço final", disse a entidade.

    É o segundo reajuste este ano. No primeiro, em setembro, a alta foi de 12%.

    O gás de cozinha vendido pela estatal tem dois preços diferentes: um para botijões de 13 quilos, mais usados por residências, e outro para vasilhames maiores ou a granel, mais usados por condomínios, comércio e indústria.

    O preço do gás vendido em botijões de 13 quilos não teve aumento, diz o Sindigás. O produto foi reajustado pela estatal em agosto, depois de 13 anos de congelamento do valor de venda pelas refinarias da estatal.

    Nenhum comentário

    Post Top Ad

    ads

    Post Bottom Ad

    Info Drive