Headlines
Título do Artigo:
Escrito por Moderador

Greve faz levantar risco de falta de combustível em BH e Região metropolitana

Na véspera do feriado do réveillon, a falta de gasolina ronda a região metropolitana de Belo Horizonte. Nesta segunda, já não era possível encontrar o combustível em alguns postos de Betim e Contagem. “Esse é o terceiro posto que passo e não encontrei gasolina, por isso estou abastecendo com álcool”, afirmou o mecânico industrial Adson Gomes, 26. Para ele, a falta do combustível pode significar um reajuste no preço. “Pode ser reajuste sim”, disse.



Segundo o gerente de um posto Ipiranga em Contagem que não tinha gasolina nesta segunda, Geraldo Elias, o problema estava na distribuidora. Segundo ele, os caminhões-tanque aguardavam carregamento na distribuidora. “Não posso dizer que é reajuste, pode ser que seja aumento da procura. O movimento realmente aumentou desde o último dia 19. Mas é verdade que os caminhões estão chegando mais vazios ou não chegam”, disse.

Na porta da Refinaria Gabriel Passos (Regap) da Petrobras, em Betim, na região metropolitana de Belo Horizonte, vários caminhões se enfileiravam aguardando para serem carregados. “Eles disseram que não tem gasolina para todos os caminhões. A justificativa é que a Petrobras não está conseguindo refinar o suficiente para atender a procura”, contou o proprietário de um caminhão tanque, Carlos Henrique Vieira, 42. Um outro caminhoneiro que preferiu não se identificar desistiu de esperar a combustível em Betim e nesta segunda mesmo preferiu seguir viagem. “Vim de João Pinheiro (região Noroeste do Estado) e vou voltar vazio”, disse. A BR Distribuidora afirmou via assessoria que não identificou problemas nos postos BR da região metropolitana. Já a Regap foi procurada mas não respondeu até o fechamento dessa edição.

Greve. O risco de uma greve por parte dos transportadores de combustível também causou um aumento na procura de gasolina por parte dos postos de gasolina, segundo Carlos Henrique Vieira. “Com a possibilidade de paralisação, muitos postos mandaram os caminhões buscarem gasolina”, conta.

Segundo o diretor institucional do Sindicato das Empresas Transportadoras de Combustível e Derivados de Petróleo de Minas Gerais (Sindtanque-MG), Aílton Gomes, a possibilidade da greve existe. Uma reunião entre o Sindtanque-MG e o Sindicato Nacional das Empresas Distribuidoras de Combustíveis e de Lubrificantes (Sindicom) está marcada para acontecer nesta quarta, no Rio de Janeiro. “Vamos aguardar a reunião para decidir se deflagraremos uma paralisação ou não. A categoria, porém, está mobilizada. Se a negociação não caminhar, o movimento é de paralisação até que as reivindicações sejam atendidas”, salientou o diretor.

Frete ainda é a principal reivindicação

Para o diretor do Sindicato das Empresas Transportadoras de Combustível e Derivados de Petróleo de Minas Gerais (Sindtanque-MG) Aílton Gomes, a principal reivindicação da categoria é o aumento do valor do frete.

“O preço do óleo diesel subiu muito e o preço do frete não mudou. Além disso, o governo cortou todos os incentivos. Pagamos muito imposto e sem crédito não conseguimos renovar a frota”, declarou o diretor sobre as demandas do sindicato.

Fonte: O Tempo

Mais Informações

Postado por Moderador às 10:02. Marcadores , , , , , . Assine Grátis nosso Feed RSS 2.0. e receba notícias em seu e-mail

Por Moderador às 10:02. Marcadores , , , , , . Todos os artigos Possuem Licença Creative Cummons 6.0. Cópias são permitidas somente citando a fonte com Link

0 comentários for "Greve faz levantar risco de falta de combustível em BH e Região metropolitana"

Leave a reply

INFO DRIVE

Rádio Vitrine Santa Luzia