Headlines
Título do Artigo:
Escrito por Moderador

R$ 700 mil jogados no lixo: Cabines do BRT/Move da Av Brasília em Santa Luzia estão destruidas

Promessa é de ativação em 60 dias; implantação de faixa exclusiva também não saiu do papel.


Há nove meses os moradores de Santa Luzia, na região metropolitana, receberam as primeiras estações de transferência do Move Metropolitano. A esperança era que a partir de então teriam um local seguro e protegido do sol e da chuva para esperar os coletivos. O problema é que até hoje as quatro cabines implantadas na avenida Brasília, uma das principais da cidade, estão fechadas, sem nem mesmo os equipamentos que garantem a abertura das portas em funcionamento, além de todas terem vidros quebrados. E o problema não se restringe a Santa Luzia. As estações do serviço de Justinópolis, em Ribeirão das Neves, têm duas cabines do sistema ainda sem funcionar.


Recursos. Para construir todas as estações de transferência do Move Metropolitano, foram investidos R$ 2,5 milhões, com verba federal. Só na avenida Brasília o gasto ultrapassa os R$ 700 mil.

“Falta vontade política para priorizar o transporte público. Não enxergo boas perspectivas para o Move Metropolitano.”

Mais informações

Atendimento. O Move Metropolitano foi implantado em abril de 2014. Atualmente, o sistema roda em três terminais fixos (São Gabriel e Vilarinho, em Belo Horizonte, e Morro Alto, em Vespasiano). Outras duas estações de transferência são provisórias – São Benedito (Santa Luzia) e Justinópolis (Ribeirão das Neves).

Capacidade. Cada terminal tem três linhas troncais (da estação ao centro) – uma direta, uma paradora e uma em direção à área hospitalar. No total, são 17 linhas, abastecidas pelas alimentadoras (dos bairros até as estações). O sistema transporta 173 mil pessoas por dia e conta com 288 ônibus.

Origens. O sistema atende 14 cidades: Caeté, Capim Branco, Confins, Jaboticatubas, Lagoa Santa, Matozinhos, Nova União, Pedro Leopoldo, Ribeirão das Neves, Santa Luzia, São José da Lapa, Taquaraçu de Minas, Vespasiano e Sabará.

Na capital. Uma estação de transferência foi montada na rua Aarão Reis, na praça da Estação, em Belo Horizonte, para atender as linhas 500C e 501C, que partem do terminal do Morro Alto, em Vespasiano. Usuários reclamam da precariedade da instalação, que conta com tábuas de madeiras improvisando uma plataforma.

Promessa. Segundo a Secretaria de Estado de Transportes e Obras Públicas (Setop), uma estação permanente será construída na rua Oiapoque para substituir a estação Aarão Reis. A Setop informou que está em negociação com a construtora para definir o prazo para entrega do novo terminal, o qual deveria ter sido feito no ano passado, ainda na gestão anterior.

Via

Mais Informações

Postado por Moderador às 09:17. Marcadores , , , , , . Assine Grátis nosso Feed RSS 2.0. e receba notícias em seu e-mail

Por Moderador às 09:17. Marcadores , , , , , . Todos os artigos Possuem Licença Creative Cummons 6.0. Cópias são permitidas somente citando a fonte com Link

0 comentários for "R$ 700 mil jogados no lixo: Cabines do BRT/Move da Av Brasília em Santa Luzia estão destruidas"

Leave a reply

INFO DRIVE

Rádio Vitrine Santa Luzia