Headlines

Confira o resultado da primeira etapa do Processo Seletivo Simplificado da Secretaria de Esportes

Posted by Moderador | | Posted in , , , , ,

A prefeitura divulgou na última quarta-feira o resultado da primeira etapa do Processo Seletivo Simplificado da Secretaria de Esportes. Confira o resultado abaixo:






Caso não consiga ler clique aqui e acesse o arquivo em pdf

Se o seu marido faz estas 15 coisas, NUNCA se separe dele

Posted by Moderador | | Posted in ,

 Não existe homem perfeito, mas este tipo de homem é raro, então, dê muito valor a ele.

Muitos casamentos terminam por causa da ingratidão. O tempo vai passando e muitos casais acabam esquecendo de dar valor a coisas pequenas da vida. Ser grato diariamente mantém um casal unido e feliz.

Dar valor às coisas que o marido faz é uma forma de valorizá-lo e de fortalecer o casamento. É importante focar no que realmente importa. Ver os defeitos e coisas negativas no seu marido faz com que o casamento viva em pé de guerra o tempo inteiro. Lembre-se que o seu cônjuge é a pessoa mais importante na sua vida. Então, a melhor coisa a fazer é elogiar e dar muito valor a tudo que essa pessoa faz por você.
  • 1. Ele confia em você

    Ele não duvida de suas ações.
  • 2. Ele é leal a você

    Nada de esconder o celular, colocar senha em tudo ou sumir e não falar aonde vai. Você tem acesso a tudo na vida dele e sabe o que ele faz.
  • 3. Ele conhece os seus gostos

    Ele sabe o que você gosta de comer, o seu chocolate favorito, o tipo de filme que você gosta de assistir e os seus hobbies.
  • 4. Ele lhe dá um tempo só para você

    Se você quiser sair com suas amigas, ir ao salão ou assistir a um filme sozinha, ele não se importa. Ele sabe que às vezes você precisa de um tempo só para você.
  • 5. Ele lembra das datas comemorativas

    Ele sabe e prepara algo especial em toda data comemorativa.
  • 6. Ele lhe ajuda a ser melhor

    Ele não aceita que você se rebaixe, ele lhe ajuda a manter a autoestima sempre alta.
  • 7. Ele ri das suas piadas

    Ele ri mesmo se não foi engraçada.
  • 8. Ele acredita em você

    Ele sabe que você vai falar a verdade.
  • 9. Ele ri com você

    Ele lhe faz rir e vocês se divertem juntos.
  • 10. Ele dá valor aos seus sentimentos

    Ele sempre leva em consideração como você se sente.
  • 11. Você se sente amada por ele

    Você sabe que ele é o amor da sua vida.
  • 12. Ele descomplica a sua vida ao invés de complicar

    Ele dá soluções e procura evitar conflitos.
  • 13. Ele participa nas tarefas de casa

    Ele lava a louça e lhe ajuda com as crianças mesmo sem você pedir.
  • 14. Ele lhe consola quando está triste

    Ele não gosta de vê-la triste e faz de tudo para você se sentir melhor.
  • 15. Ele valoriza o seu sorriso

    Ele procura ver o seu sorriso todos os dias.
    Não existe homem perfeito, de vez em quando ele vai cometer deslizes e lhe magoar. São as pessoas mais próximas que nos magoam, isso é normal. O importante é considerar que ele se esforça para ser melhor todos os dias. E se ele procura fazer, nem que seja um pouco dessas 15 coisas para você, pode ter certeza que ele lhe ama.

Homem sem carteira sofre acidente e mata adolescente na Avenida Brasília em Santa Luzia

Posted by Moderador | | Posted in , , , , ,


Uma adolescente de 17 anos morreu na madrugada deste sábado após o carro em que ela estava colidir com o canteiro central e um poste na Avenida Brasília, altura do número 2.600, em Santa Luzia, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Outras cinco pessoas ficaram feridas.
O veículo, um Fiesta branco, se acidentou por volta das 4h, segundo a Polícia Militar (PM), e o motorista, Bruno Alves Magalhães, de 20 anos, é inabilitado. Conforme a PM, o condutor perdeu o controle do automóvel em uma curva.
No carro, com capacidade para cinco pessoas, havia seis. Roberta Romana Lopes de Azevedo, de 17 anos, não resistiu à batida. Ana Caroline da Silva Martins está em estado grave, com afundamento de crânio, e foi levada para o Hospital João XXIII, em BH, para onde também foram encaminhados Diogo Henrique Soares de Souza, Marcela de Oliveira Correia e Vinícius de Souza Soares.
No local da colisão, parentes confirmaram que Bruno é inabilitado e pegou o carro em casa sem o conhecimento do pai.
O trânsito está interditado no quarteirão do acidente no sentido Belo Horizonte. Em direção ao centro histórico da cidade o tráfego está liberado.

Veja principais pontos das reformas trabalhista e da Previdência

Posted by Moderador | | Posted in , ,

 

Propostas, que estão entre principais medidas defendidas pelo governo para sanear contas públicas e impulsionar a economia, devem ser votadas por senadores e deputados nas próximas semanas.

Duas das principais bandeiras do governo Michel Temer, a reforma da Previdência e a reforma trabalhista tramitam no Congresso e devem ser analisadas por deputados e senadores ainda no primeiro semestre, de acordo com os planos do Palácio do Planalto.

Para o governo, as duas propostas são fundamentais para sanear as contas públicas e impulsionar a retomada da economia.
A reforma trabalhista já foi aprovada pela Câmara nesta semana e agora segue para o Senado. A da Previdência deve ser votada na próxima semana na comissão especial da Câmara. Depois, ainda tem que passar pelo plenário da Casa e pelo Senado.
Veja as principais mudanças previstas em cada uma das reformas:

Reforma trabalhista

O principal ponto da reforma trabalhista que tramita no Congresso prevê que os acordos entre patrões e empregados, por meio dos sindicatos, prevaleçam sobre a lei, mas respeitando a Constituição. Direitos como salário mínimo, décimo terceiro e licença maternidade não mudam.
O governo acredita que a Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), de 1943, precisa ser atualizada para dar conta das necessidades do atual mercado de trabalho.
As centrais sindicais entendem que a mudança fragiliza direitos dos trabalhadores.
Férias
Como é hoje
As férias de 30 dias podem ser fracionadas em até dois períodos, sendo que um deles não pode ser inferior a 10 dias. Há possibilidade de 1/3 do período ser pago em forma de abono.
Como pode ficar
As férias poderão ser fracionadas em até três períodos, mediante negociação, contanto que um dos períodos seja de pelo menos 15 dias corridos.
Jornada
Como é hoje
A jornada é limitada a 8 horas diárias, 44 horas semanais e 220 horas mensais, podendo haver até 2 horas extras por dia.
Como pode ficar
Jornada diária poderá ser de 12 horas com 36 horas de descanso, respeitando o limite de 44 horas semanais (ou 48 horas, com as horas extras) e 220 horas mensais.
Tempo na empresa
Como é hoje
A CLT considera serviço efetivo o período em que o empregado está à disposição do empregador, aguardando ou executando ordens.
Como pode ficar
Não são consideradas dentro da jornada de trabalho as atividades no âmbito da empresa como descanso, estudo, alimentação, interação entre colegas, higiene pessoal e troca de uniforme.
Descanso
Como é hoje
O trabalhador que exerce a jornada padrão de 8 horas diárias tem direito a no mínimo uma hora e a no máximo duas horas de intervalo para repouso ou alimentação.
Como pode ficar
O intervalo dentro da jornada de trabalho poderá ser negociado, desde que tenha pelo menos 30 minutos. Além disso, se o empregador não conceder intervalo mínimo para almoço ou concedê-lo parcialmente, seja na área urbana ou rural, a indenização será de 50% do valor da hora normal de trabalho apenas sobre o tempo não concedido em vez de todo o tempo de intervalo devido.
Remuneração
Como é hoje
A remuneração por produtividade não pode ser inferior à diária correspondente ao piso da categoria ou salário mínimo. Comissões, gratificações, percentagens, gorjetas e prêmios integram os salários.
Como pode ficar
O pagamento do piso ou salário mínimo não será obrigatório na remuneração por produção. Além disso, trabalhadores e empresas poderão negociar todas as formas de remuneração, que não precisam fazer parte do salário.
Plano de cargos e salários
Como é hoje
O plano de cargos e salários precisa ser homologado no Ministério do Trabalho e constar do contrato de trabalho.
Como pode ficar
O plano de carreira poderá ser negociado entre patrões e trabalhadores sem necessidade de homologação nem registro em contrato, podendo ser mudado constantemente.
Transporte
Como é hoje
O tempo de deslocamento no transporte oferecido pela empresa para ir e vir do trabalho, cuja localidade é de difícil acesso ou não servida de transporte público, é contabilizado como jornada de trabalho.
Como pode ficar
O tempo despendido até o local de trabalho e o retorno, por qualquer meio de transporte, não será computado na jornada de trabalho.
Trabalho intermitente (por período)
Como é hoje
A legislação atual não contempla essa modalidade de trabalho.
Como pode ficar
O trabalhador poderá ser pago por período trabalhado, recebendo pelas horas ou diária e terá direito a férias, FGTS, previdência e 13º salário proporcionais. No contrato deverá estar estabelecido o valor da hora de trabalho, que não pode ser inferior ao valor horário do salário mínimo ou ao pago aos demais empregados que exerçam a mesma função.
O empregado deverá ser convocado com, no mínimo, três dias corridos de antecedência. No período de inatividade, pode prestar serviços a outros contratantes.
Trabalho remoto (home office)
Como é hoje
A legislação não contempla essa modalidade de trabalho.
Como pode ficar
Tudo o que o trabalhador usar em casa será formalizado com o patrão via contrato, como equipamentos e gastos com energia e internet, e o controle do trabalho será feito por tarefa.
Trabalho parcial
Como é hoje
A CLT prevê jornada máxima de 25 horas por semana, sendo proibidas as horas extras. O trabalhador tem direito a férias proporcionais de no máximo 18 dias e não pode vender dias de férias.
Como pode ficar
A duração pode ser de até 30 horas semanais, sem possibilidade de horas extras semanais, ou de 26 horas semanais ou menos, com até 6 horas extras, pagas com acréscimo de 50%. Um terço do período de férias pode ser pago em dinheiro.
Negociação
Como é hoje
Convenções e acordos coletivos podem estabelecer condições de trabalho diferentes das previstas na legislação apenas se conferirem ao trabalhador um patamar superior ao que estiver previsto na lei.
Como pode ficar
Convenções e acordos coletivos poderão prevalecer sobre a legislação. Assim, os sindicatos e as empresas podem negociar condições de trabalho diferentes das previstas em lei, mas não necessariamente num patamar melhor para os trabalhadores.
Em negociações sobre redução de salários ou de jornada, deverá haver cláusula prevendo a proteção dos empregados contra demissão durante o prazo de vigência do acordo. Esses acordos não precisarão prever contrapartidas para um item negociado.
Acordos individualizados de livre negociação para empregados com instrução de nível superior e salário mensal igual ou superior a duas vezes o limite máximo dos benefícios do INSS (R$ 5.531,31) prevalecerão sobre o coletivo.
Representação
Como é hoje
A Constituição assegura a eleição de um representante dos trabalhadores nas empresas com mais de 200 empregados, mas não há regulamentação sobre isso. Esse delegado sindical tem todos os direitos de um trabalhador comum e estabilidade de dois anos.
Como pode ficar
Os trabalhadores poderão escolher 3 funcionários que os representarão em empresas com no mínimo 200 funcionários na negociação com os patrões. Os representantes não precisam ser sindicalizados. Os sindicatos continuarão atuando apenas nos acordos e nas convenções coletivas.
Demissão
Como é hoje
Quando o trabalhador pede demissão ou é demitido por justa causa, ele não tem direito à multa de 40% sobre o saldo do FGTS nem à retirada do fundo. Em relação ao aviso prévio, a empresa pode avisar o trabalhador sobre a demissão com 30 dias de antecedência ou pagar o salário referente ao mês sem que o funcionário precise trabalhar.
Como pode ficar
O contrato de trabalho poderá ser extinto de comum acordo, com pagamento de metade do aviso prévio e metade da multa de 40% sobre o saldo do FGTS. O empregado poderá ainda movimentar até 80% do valor depositado pela empresa na conta do FGTS, mas não terá direito ao seguro-desemprego.
Danos morais
Como é
Os juízes estipulam o valor em ações envolvendo danos morais.
Como pode ficar
A proposta impõe limitações ao valor a ser pleiteado pelo trabalhador, estabelecendo um teto para alguns pedidos de indenização. Ofensas graves cometidas por empregadores devem ser de no máximo 50 vezes o último salário contratual do ofendido.
Contribuição sindical
Como é hoje
A contribuição é obrigatória. O pagamento é feito uma vez ao ano, por meio do desconto equivalente a um dia de salário do trabalhador.
Como pode ficar
A contribuição sindical será opcional.
Terceirização
Como é
O presidente Michel Temer sancionou no mês passado o projeto de lei que permite a terceirização para atividades-fim.
Como pode ficar
Haverá uma quarentena de 18 meses que impede que a empresa demita o trabalhador efetivo para recontratá-lo como terceirizado. O texto prevê ainda que o terceirizado deverá ter as mesmas condições de trabalho dos efetivos, como atendimento em ambulatório, alimentação, segurança, transporte, capacitação e qualidade de equipamentos.
Gravidez
Como é hoje
Mulheres grávidas ou lactantes estão proibidas de trabalhar em lugares com condições insalubres. Não há limite de tempo para avisar a empresa sobre a gravidez.
Como pode ficar
É permitido o trabalho de mulheres grávidas em ambientes considerados insalubres, desde que a empresa apresente atestado médico que garanta que não há risco ao bebê nem à mãe. Mulheres demitidas têm até 30 dias para informar a empresa sobre a gravidez.
Banco de horas
Como é hoje
O excesso de horas em um dia de trabalho pode ser compensado em outro dia, desde que não exceda, no período máximo de um ano, à soma das jornadas semanais de trabalho previstas, nem seja ultrapassado o limite máximo de 10 horas diárias.
Como pode ficar
O banco de horas pode ser pactuado por acordo individual escrito, desde que a compensação se realize no mesmo mês.
Rescisão contratual
Como é hoje
A homologação da rescisão contratual deve ser feita em sindicatos.
Como pode ficar
A homologação da rescisão do contrato de trabalho pode ser feita na empresa, na presença dos advogados do empregador e do funcionário – que pode ter assistência do sindicato.
Ações na Justiça
Como é hoje
O trabalhador pode faltar a até três audiências judiciais. Os honorários referentes a perícias são pagos pela União. Além disso, quem entra com ação não tem nenhum custo.
Como pode ficar
O trabalhador será obrigado a comparecer às audiências na Justiça do Trabalho e, caso perca a ação, arcar com as custas do processo. Para os chamados honorários de sucumbência, devidos aos advogados da parte vencedora, quem perder a causa terá de pagar entre 5% e 15% do valor da sentença.
O trabalhador que tiver acesso à Justiça gratuita também estará sujeito ao pagamento de honorários de perícias se tiver obtido créditos em outros processos capazes de suportar a despesa. Caso contrário, a União arcará com os custos. Da mesma forma, terá de pagar os honorários da parte vencedora em caso de perda da ação.
Além disso, o advogado terá que definir exatamente o que ele está pedindo, ou seja, o valor da causa na ação.
Haverá ainda punições para quem agir com má-fé, com multa de 1% a 10% da causa, além de indenização para a parte contrária. É considerada de má-fé a pessoa que alterar a verdade dos fatos, usar o processo para objetivo ilegal, gerar resistência injustificada ao andamento do processo, entre outros.
Caso o empregado assine a rescisão contratual, fica impedido de questioná-la posteriormente na Justiça trabalhista. Além disso, fica limitado a 8 anos o prazo para andamento das ações. Se até lá a ação não tiver sido julgada ou concluída, o processo será extinto.
Multa
Como é hoje
A empresa está sujeita a multa de um salário mínimo regional, por empregado não registrado, acrescido de igual valor em cada reincidência.
Como pode ficar
A multa para empregador que mantém empregado não registrado é de R$ 3 mil por empregado, que cai para R$ 800 para microempresas ou empresa de pequeno porte.

Reforma da Previdência

O governo federal defende a necessidade da reforma e alega que a Previdência tem um rombo que deve chegar a quase R$ 190 bilhões neste ano, contra R$ 149 bilhões em 2016. O argumento é que a arrecadação para a Previdência é menor do que aquilo que se gasta com os benefícios. O governo diz ainda que, se nada for feito, no futuro não haverá recursos para se pagar as aposentadorias e pensões.
As centrais sindicais discordam desse cálculo ao defenderem que todo o dinheiro da Seguridade Social deveria financiar as aposentadorias. Atualmente, esse dinheiro vai também para a Saúde e Assistência Social. O governo argumenta que, dessa forma, faltarão recursos para esses setores.
INSS (trabalhadores do setor privado)
  • Idade mínima da regra geral de aposentadoria: 65 anos para homens e 62 anos para mulheres, e 25 anos de tempo de contribuição.
  • Valor do benefício: 70% da média de todas as contribuições desde 1994; mais 1,5 ponto percentual para cada ano que superar 25 anos de tempo de contribuição; 2 pontos percentuais para o que superar 30 anos; e mais 2,5 pontos, para o que superar 35 anos, até chegar a 100%.
  • Lei estabelecerá como se dará o aumento da idade mínima em razão do aumento da expectativa de sobrevida.
  • Regra de transição no INSS
  • Em vez de implementar a regra geral imediatamente, o governo criou uma regra de transição, que valerá para todos os trabalhadores.
  • Nessa regra, a idade mínima para a aposentadoria aumentará gradativamente, partindo de 53 anos, para as mulheres, até chegar a 62 anos em 2036. Para os homens, a idade mínima parte de 55 anos e chegará a 65 em 2038.
  • Haverá um “pedágio” de 30% sobre o que faltará para cumprir 30 anos de contribuição, se mulher, ou 35, se homem.
  • Aumento de 1 ano a cada dois anos para a mulher e para o homem, a partir de 01/01/2020, parando de expandir para o segurado na data em que ele cumpre o pedágio.
RPPS (servidores públicos da União)
  • Idade mínima da regra geral de aposentadoria: 65 anos para homens e 62 anos para mulheres, e 25 anos de tempo de contribuição.
  • Valor do benefício: 70% da média de todas as contribuições desde 1994; mais 1,5 ponto percentual para cada ano que superar 25 anos de tempo de contribuição; 2 pontos, para o que superar 30 anos; e mais 2,5 pontos, para o que superar 35 anos, até 100%.
  • Possibilidade de cotnratação de entidade aberta de previdência complementar, desde que por licitação.
Regra de transição no RPPS
  • Não há idade mínima para entrar na transição, mas, uma vez nela, há uma idade mínima de 55 anos para mulheres e de 60 anos para homens.
  • Haverá um pedágio de 30% sobre o que falta para cumprir 30 anos de contribuição, se mulher, ou 35, se homem.
  • Aumento de 1 ano a cada dois anos, a partir de 01/01/2020, na idade mínima da regra de transição de homens e mulheres, parando de crescer para o segurado na data em que ele cumpre o pedágio.
Valor do benefício na transição do RPPS
  • Para quem entrou antes da EC 41/2003 e se aposentar aos 65 anos para mulheres e homens, respectivamente), recebe integralidade e paridade, mas caso não aguarde tal idade, 100% da média.
  • Para quem entrou após a EC 41/2003, o valor será de 70% da média mais 1,5 ponto percentual para cada ano que superar 25 anos de tempo de contribuição; mais 2 pontos, para o que superar 30 anos; e mais 2,5 pontos, para o que superar 35, até 100%.
  • Haverá uma limitação ao teto do RGPS (atualmente em R$ 5.531,31) apenas para os que entraram após previdência complementar, em 2013.
Trabalhador rural da economia familiar
  • Idade mínima da regra geral de aposentadoria de 60 anos para homens, de 57 para mulheres, com tempo de contribuição mínimo de 15 anos.
  • Trabalhador não precisará mais de sindicato para intermediar processo de aposentadoria. Poderá ir diretamente ao INSS levando os documentos necessários e se autodeclarar produtor rural de economia familiar.
  • Contribuição sobre o salário mínimo com alíquota tão ou mais favorecida que a do trabalhador urbano de baixa renda (MEI). Proposta é que seja menor que 5% sobre o salário mínimo.
  • Contribuição sobre o salário mínimo deve ser regulamentada em 24 meses, continuando válida a contribuição sobre a produção por tal período.
  • Na transição, a idade aumentará um ano a cada 2 anos, até atingir os 57 anos para mulheres e 60 anos para os homens.
Professores federais
  • Idade mínima da regra geral de aposentadoria com 60 anos de idade e 25 anos de tempo de contribuição.
Valor do benefício igual à regra geral do RGPS/RPPS.
  • Regra de transição será igual à regra do RGPS/RPPS, com 5 anos a menos na idade de partida (sendo fixada portanto em 48 anos para as mulheres e 50 anos para os homens) e na exigência de tempo de contribuição e 60 anos na idade final.
Policiais federais
  • Idade mínima no regime geral de 55 anos para homens e mulheres, com com 25 anos de atividade policial, sendo 30 anos de contribuição para homens e de 25 para mulheres.
  • Valor do benefício: policial que ingressou antes de 2013 terá direito à aposentadoria integral. Quem ingressou após a mudança da regra, em 2013, receberá até o teto do INSS, podendo ter aposentadoria complementar por meio do Funpresp.
  • A ideia é, depois, vincular os policiais federais à idade mínima que vier a ser estabelecida para policiais militares e integrantes das Forças Armadas. O governo já informou que deverá enviar em maio a proposta de reforma da Previdência dos militares.
  • No caso dos policiais civis, caberá a cada estado definir as regras de aposentadoria do setor. No entanto, se isso não acontecer, eles deverão ficar submetidos à regra fixada pelo relator para policiais na esfera federal.
Pensões no INSS e RPPS
  • Vinculação da pensão ao salário mínimo.
  • Cota familiar de 50%, acrescida de 10% por dependente.
  • Possibilidade de acumulação de aposentadoria e pensão até dois salários mínimos, mantendo-se a possibilidade, para os demais casos, de opção pelo benefício de maior valor.
  • Resguarda o direito adquirido à acumulação de pensão e aposentadoria para quem já recebe ou cujo segurado já faleceu, mas também mantém a possibilidade de cumulação para pensionistas que, embora não tenham se aposentado, já tenham direito adquirido à aposentadoria.
Benefício de Prestação Continuada (BPC)
  • Vinculação ao salário mínimo.
  • Poderá ser requerido por pessoa com deficiência e idoso com mais de 68 anos.
  • Aumento da idade com o aumento da expectativa de sobrevida do brasileiro.
  • Consideração apenas da renda familiar mensal per capita para identificação da pessoa legitimada a receber o benefício.
  • Consideração de toda a receita dos componentes da família para cômputo da renda mensal per capita, a não ser a receita do programa bolsa família, de estágio supervisionado ou de programa de aprendizagem.
  • Idade subirá de 65 a 68 anos a partir de 01/01/2020, em um ano a cada dois anos.
Aposentadoria de parlamentares
  • Detentores de mandato eletivo passam a ser obrigatoriamente vinculados ao RGPS (INSS).
  • Aplicação, de imediato, aos detentores de novos mandatos eletivos, desde que já não sejam vinculados ao regime de previdência parlamentar da casa para a qual se reelegeu;
  • Constituição fixa a regra de transição do parlamentar federal, deixando aos Estados, Distrito Federal e Municípios a responsabilidade por regulamentar suas regras de transição.
  • Para o parlamentar federal, prevê-se aposentadoria aos 60 anos de idade, aumentados em um ano a cada dois anos a partir de 01/01/2020, até o limite de 65/62, e 35 anos de contribuição, acrescidos de 30% de pedágio sobre o que falta para atingir tal exigência.
Fonte: G1

PM deve reforçar segurança em acessos de Coletivos na Via 240 em Santa Luzia

Posted by Moderador | | Posted in , , , , ,

A partir desta sexta-feira (28), a Polícia Militar de Belo Horizonte vai intensificar as operações de segurança em ônibus na capital com foco nas estações São Gabriel, Vilarinho e 1º de Maio. Em reunião nessa quarta-feira (26), o 13º Batalhão definiu ainda que as avenida Cristiano Machado e Via 240, que dá acesso a Santa Luzia, na região metropolitana de Belo Horizonte, também terão policiamento reforçado. 


A ação acontece uma semana depois que o motorista Elias Pereira, 33, foi baleado e morto enquanto dirigia o coletivo da linha 4155 (Bairro Imperial/Terminal São Gabriel).
“Esses são os dois principais corredores da nossa região. As ações já acontecem, mas serão intensificadas. Os militares entrarão nos ônibus, em linhas aleatórias, e, primeiro, farão uma busca visual. Caso seja observado alguém em atitude suspeita, ocorrerá uma abordagem mais específica”, disse o responsável pela 18ª Companhia, major Paulo Henrique Cardoso.
De acordo com a capitã Molise Zimmermann, assessora do Comando de Policiamento da Capital (CPC), a ação não aumentará o efetivo nas ruas, mas vai alterar o planejamento da corporação para que os militares sejam mais vistos no patrulhamento. As ações, de acordo com ela, ocorrerão todos os dias e, por questões estratégicas, em horários aleatórios. “Vamos intensificar as ações a partir das demandas das empresas de ônibus e dos motoristas. É importante ressaltar que, do ano passado para cá, os roubos a ônibus diminuíram 12% na capital”, destacou.
Segundo o presidente do Sindicato dos Rodoviários de Belo Horizonte e Região (STTR–BH), a entidade registra uma média de 200 assaltos por mês. “Não podemos achar normal um trabalhador perder a vida em pleno exercício da profissão. É a segurança do motorista e do passageiro que está em jogo”, afirmou.
Vigilância
Sintram. O Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros Metropolitano diz que o setor tem investido em tecnologia para aumentar a segurança, com a instalação de câmeras nos coletivos.


Cresce o total de roubos

De acordo com os dados mais recentes da Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp), Belo Horizonte registrou 2.467 roubos a ônibus, contra 1.555 em 2015, considerando o período de janeiro a novembro.
Segundo a Guarda Municipal, desde que a operação Viagem Segura teve início, em 16 de janeiro deste ano, com o objetivo de prevenir e reverter os índices de assaltos a passageiros, 4.611 coletivos foram acompanhados, e 26 pessoas, apreendidas.

Homem é encontrado Morto dentro de Carro Furtado de Santa Luzia

Posted by Moderador | | Posted in , , , , ,


Crime foi na noite desta terça-feira no bairro Belmonte, na Região Nordeste de Belo Horizonte.

Um homem aparentando ter entre 30 e 35 anos foi encontrado morto com um tiro na nuca, dentro de um carro, na noite desta terça-feira (26), no bairro Belmonte, na Região Nordeste de Belo Horizonte.

De acordo com a Polícia Militar (PM), o corpo estava em um Fiat Uno de cor cinza na Rua Dom Silvério Gomes Pimenta. O veículo tinha queixa-roubo em Santa Luzia registrada no último dia 23.

A PM informou que havia muito sangue no interior no carro – no painel, assoalho e porta. O homem estava morto no banco do motorista e não estava com documentos.

O corpo foi removido para o Instituto Médico Legal (IML) e o veículo, rebocado.

Fonte: G1

Empresa Luziense vai inaugurar 30 novas lojas pelo Brasil

Posted by Moderador | | Posted in , , , , ,




Com o objetivo de crescer 20% neste ano em relação a 2016, a Orthocrin vem investindo na expansão de sua atuação por meio de franquias. Com 83 lojas no Brasil, a empresa prevê fechar o ano com 112 unidades. “Esperamos abrir mais 30 franquias nos estados de Minas Gerais, Espírito Santo, Rio de Janeiro e Bahia, além do Distrito Federal”, esclarece a diretora de franquia da Orthocrin, Ana Carolina Prates Ferolla.

A empresa tem capacidade para produzir 3.500 colchões por dia e agora, com a inauguração do novo parque industrial em Santa Luzia, na Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH), poderá ter a sua capacidade de produção aumentada em até 30%, passando para 4.550 colchões por dia.

De acordo com um estudo do Gold Map e Intelligence Group, o potencial de consumo de colchões no Brasil é de quase R$ 5 bilhões. Os números explicam o otimismo do diretor operacional da Orthocrin, Alexandre Prates. Segundo ele, a marca seguirá mantendo as melhores expectativas para este ano, mesmo com a economia do País ainda em recuperação. “Apesar de uma queda de 2% em nosso faturamento no ano passado em relação a 2015, estamos esperançosos na conquista da meta de crescimento (20%). A queda se deu pela diminuição do poder de compra da população. O nosso planejamento para os próximos meses está focado nas lojas multimarcas, franquias, magazines e e-commerce. Por isso acreditamos no crescimento”, explica o executivo.

Para obter o direito de uso da marca, o empreendedor deve investir inicialmente cerca de R$ 100 mil, como foi o caso do dono da mais nova franquia da marca em Uberlândia, no Triângulo Mineiro. O empresário Vinícius dos Santos Abreu já tinha duas lojas em Patos de Minas, região do Alto Paranaíba, e diante dos resultados positivos que obteve, se sentiu confiante para abrir mais uma unidade especializada em colchões. “É a primeira franquia Orthocrin em Uberlândia e estou muito otimista em relação às vendas e lucratividade”, observa.

Para ele, a crise é uma fase desafiadora, mas de muitas oportunidades. “É nesse momento que conseguimos negociar mais os valores com os fornecedores, obtendo assim preços justos. Algumas pessoas acreditam que não se deve investir nesse período mais complicado da economia, eu penso o contrário. Agora é que devemos investir para que, quando a calmaria vier, possamos colher os frutos”, afirma o empreendedor.

Segundo Abreu, a segurança em abrir o negócio vem da estrutura e apoio da franqueadora. O faturamento médio mensal de uma loja é de R$ 100 mil, dependendo de variáveis como ponto, porte, circulação de pessoas etc.

O setor, na opinião da diretora Ana Carolina Ferolla, tem como principal diferencial para os empreendedores a taxa de sobrevivência no mercado, que é em torno de 80%.

Market share - O Triângulo Mineiro é uma das regiões nas quais a marca vem investindo. Tanto que mais duas franquias serão inauguradas em Uberlândia e Araxá. A supervisora de franquias da Orthocrin, Juliana Álvares, explica que a região é muito próspera e a marca acredita em seu potencial. “Com uma estratégia para ganharmos mercado, decidimos abrir essas lojas ainda nesse primeiro semestre”, explica.

A supervisora diz que a Orthocrin já estava presente nessas cidades dentro de lojas multimarcas. “Com a abertura dessas franquias ofereceremos um atendimento personalizado e especializado, além de produtos que só são vendidos nas lojas especializadas da marca”, afirma Juliana Álvares.

O Selo de Excelência em Franchising 2017, concedido pela Associação Brasileira de Franchising (ABF), foi mais uma vez para a Orthocrin, vista como uma das empresas mais tradicionais do segmento de colchões, com 53 anos de mercado. Em sua 27ª edição, a premiação é uma referência para o mercado e homenageia as redes de franquias pela alta qualidade de suas operações e de suas relações com os empreendedores. Quem avalia as redes são os próprios franqueados.

Crianças são internadas após comerem bala com chumbinho em Minas Gerais

Posted by Moderador | | Posted in , ,

 

Doces estavam em frente à casa dos irmãos, de três e oito anos, que passaram por lavagem intestinal e estão bem; substância é proibida no Brasil

Dois irmãos, de três e oito anos de idade, foram internados nesta quarta-feira após ingerirem balas envenenadas com chumbinho em Monte Carmelo (MG). Segundo a Polícia Militar, as crianças brincavam na rua onde moram, no bairro Jardim Oriente, quando consumiram as balas que encontraram no chão e na sequência passaram mal, sendo internadas no Pronto Socorro Municipal da cidade.
Em frente à casa, estavam três balas que continham chumbinho, um tipo ilegal de veneno que é utilizado majoritariamente contra ratos, apesar ser proibido pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). No pronto socorro, as duas crianças passaram por uma lavagem intestinal e estão bem, mas permanecem internados. Em observação, o mais novo foi encaminhado ao Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Uberlândia (HC-UFU).

 Segundo a PM, o responsável pelo envenenamento não foi encontrado e o caso será investigado. De acordo com cartilha da Anvisa, chumbinho é produzido e vendido por meio de contrabando no país e, em caso de ingestão humana, pode causar sintomas graves, como náuseas, vômito e taquicardia em menos de uma hora. A entidade ressalta, também, que a substância não é eficaz como raticida.

Fonte: Revista Veja

Prefeita de Santa Luzia Decreta Ponto Facultativo devido a Greve desta Sexta-feira

Posted by Moderador | | Posted in , , , , , , ,


A Prefeita de Santa Luzia, Roseli Pimentel, divulgou nota na manhã desta Quinta-feira onde decretou Ponto facultativo para serviços nesta Sexta-feira da prefeitura. A justificativa é baseada em manifestação nacional prevista para amanhã. Veja a nota:

NOTA INFORMATIVA
Conforme portaria conjunta GP/CR N.166, de 25 de abril de 2017 – do Tribunal Regional do Trabalho – TRT, não haverá expediente nesse Órgão, no dia 28 de abril, devido à paralisação nacional amplamente divulgada pela imprensa.
Considerando a decisão do TRT e reforçando que no dia 28 acontecerá a greve geral com abrangência nacional na defesa dos Direitos Trabalhistas e da Previdência, a Prefeita de Santa Luzia, Roseli Pimentel, estabeleceu ponto facultativo, conforme decreto número 3.205/2017.
As repartições públicas irão funcionar conforme descrito abaixo:
- As Escolas Municipais não irão funcionar e o dia deverá ser pago com atividades extra classe para os alunos.
- A UPA – Unidade de Pronto Atendimento, o Hospital Municipal e a Farmácia funcionarão normalmente.
- Os Postos de Saúde funcionarão com escala de equipes
- Colaboradores em regime 12x36 deverão trabalhar normalmente
- A Limpeza Urbana e Coleta de Lixo funcionará normalmente
- O Centro Administrativo funcionará em regime de plantão escalado pela autoridade superior






Ofertas de Emprego: Auxiliar de Produção (08 VAGAS) - Santa Luzia MG

Posted by Moderador | | Posted in , ,



Empresa:

Gente e Gestão RH
História da Empresa:Agência de empregos
Ramo da EmpresaIndústrias
Nome do Cargo Ofertado:Auxiliar de Produção
Tipo de Contrato:CLT - Indeterminado
Número de Vaga(s)08
Faixa SalarialR$ 1.100,00
Horário de Trabalho:Escala de Revezamento 6x1 - Tarde  
Escolaridade:Ensino Fundamental Completo
Vaga Destinada:Pessoas Não Portadoras de Deficiência
Sexo Destinado:Masculino
Cidade de Atuação:Santa Luzia
Bairro:Centro
Requisitos, Atribuições e Descrição do Cargo:Atividades: Trabalhar na área de produção, montando caixas, suprindo a demanda da indústria, carga e descarga.
Salário e benefícios: R$ 1.100,00 + vt + refeição + cesta básica + assist médica
Local: Santa Luzia - MG
Horário: 2° a sábado de 14:20 às 22:40
Requisitos:
Necessário experiência nas funções de produção, carga e descarga, repositor, estoquista
Preferência por candidatos que morem nas regiões de Santa Luzia, Vespasiano, Contagem, Ribeirão das Neves, Venda Nova.
Benefícios:Vale Transporte;
Cesta Básica;
Refeitório no Local;
Plano de Saúde;
Envio do Currículo para:genterh1@gmail.com
Telefone para Contato(31 ) 2516-0282
Enviar Currículo até:28-04-2017

Correios entra em greve por tempo indeterminado a partir da madrugada de hoje

Posted by Moderador | | Posted in , ,



Os trabalhadores dos Correios entrarão em greve por tempo indeterminado nesta quarta-feira (26) a partir das 22h. As ameaças de privatização e demissões, o fechamento de agências e o "desmonte fiscal" da empresa, com diminuição do lucro devido a repasses ao governo e patrocínios, são os principais motivos para a mobilização, segundo a Fentect (Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresas de Correios e Telégrafos e Similares).

A estatal afirma que teve prejuízos de R$ 2,1 bilhões em 2015 e R$ 2 bilhões no ano passado. Em dezembro do ano passado, foi anunciado um plano de demissão voluntária e o fechamento de agências para reduzir os gastos. Já a Federação alega que a receita tem crescido.

"O que tem acontecido é um plano de desmonte próprio da empresa, atacando a própria qualidade e universalização do serviço. Faz parte de um projeto privado com interesse de entrar no mercado", disse a secretária de Imprensa da Fentect, Suzy Cristiny.

Segundo a entidade, a "privatização" coloca em risco o direito da população aos serviços dos Correios, já que a empresa tem fechado agências em cidades menos lucrativas. "Mais de 200 agências estão sendo fechadas por todo o Brasil. Com isso, muitos moradores do interior e das periferias vão ficar sem o atendimento bancário e postal dos Correios do Brasil", informou a federação.

O ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Gilberto Kassab, tem dito que é contra privatizar os os Correios, mas que a empresa terá que fazer "cortes radicais" de gastos para evitar a privatização, já que o governo não socorrerá a empresa financeiramente.

CRÍTICAS DOS GREVISTAS
 
Além do fortalecimento de franqueados e o fechamento de agências próprias, o que, na opinião da federação, "esvazia os negócios da empresa para a iniciativa privada", a Fentect critica os repasses da empresa ao governo federal acima do valor estabelecido. "Nos últimos anos, os Correios repassaram para o governo federal R$ 6 bilhões e, desse montante, R$ 3,9 bilhões foram acima do valor estabelecido legalmente, prejudicando as reservas financeiras e investimentos necessários para a modernização da empresa", informou.

A entidade cita ainda o distrato de R$ 2,3 bilhões do Banco Postal com o Banco do Brasil e a destinação de R$ 300 milhões em patrocínios na Olimpíada e pede uma auditoria na contabilidade da empresa.

Os sindicatos de todo o país se reúnem nesta quarta para referendar a manifestação sobre a greve. As entidades e a empresa já promoveram mesas de negociação, mas, segundo a secretária, não houve avanços. Ela disse ainda que os trabalhadores dos Correios se unirão às manifestações marcadas para sexta-feira (28) contra as reformas trabalhista e da Previdência.

Além da mobilização pelo fortalecimento institucional dos Correios e universalização dos serviços, os trabalhadores reivindicam melhorias nas condições de trabalho, a contratação de novos funcionários, mais segurança nas agências, o retorno da entrega diária e o fim da suspensão de férias.

OUTRO LADO
 
Em nota, a empresa informou que, caso o movimento grevista seja deflagrado, os Correios adotarão as medidas necessárias para garantir a continuidade de todos os serviços. "Uma paralisação dos empregados neste momento delicado pelo qual passa a empresa é um ato de irresponsabilidade, uma vez que a direção está e sempre esteve aberta ao diálogo com as representações dos trabalhadores", informou. Os Correios não se manifestaram sobre as reivindicações dos trabalhadores.

Fonte: Folha

Policia Recupera Motocicleta Roubada de Santa Luzia em Justinópolis

Posted by Moderador | | Posted in , , , , ,



Durante Patrulhamento de rotina no Bairro Jardim de Alá em Justinópolis, a PM deparou com uma motocicleta ao qual seu condutor ao visualizar a viatura demonstrou nervosismo. Neste momento os militares efetuaram a abordagem. Foi feita busca pessoal e averiguações do condutor e da motocicleta sendo constatado que o veículo era fruto de roubo na cidade de Santa Luzia na data de 22/04/2016.


Daniel Antunes da Silva foi encaminhado para a delegacia de plantão e a motocicleta preta de marca Honda CG Titan placa Belo Horizonte OXI 4098 recuperada.


New